*** Spoiler *** Jogo que acabou com a minha vida.

http://www2.uol.com.br/flashpops/jogos/fptv.shtml

Pre-ci-so de um help, não colei do Kadu. Fiz 77% - 49 de 64. Help me com os números em negrito, please!

1. Seinfeld | 2. Duck Tales | 3. Aprendiz | 4. Normais | 5. Looney Tunes | 6. Socorro!!! Não sei qual é esse. Mas tem jeito de SBT!!! | 7. Tieta |8. Rei do Gado | 9. Temperatura Máxima| 10. Jetsons | 11. Panteras | 12. A Viagem | 13. Deus, isso não é da minha época! | 14. O Clone (e Jade é teu cu) | 15. Bozo | 16. Os Trapalhões | 17. Belíssima | 18. Hora du Kapeta (e uma salva de palmas pra mim porque esse deu trabalho pra lembrar, só lembrava que era um nome bem pobre) | 19. Não sei, não condiz com minha tenra idade. | 20. Idem! | 21. Fantasia (como não lembrar, como dancei isso aí...) | 22. ????? | 23. Viola, Minha Viola (eu amo essa música) | 24. ??? | 25. Xou da Xuxa (aaaaaaah!) | 26. Laços de Família | 27. A Praça é Nossa (tenho essa música no MSN pra quem conta piada ruim) | 28. Mãe, que diabos é isso? | 29. Show do Milhão | 30. Celebridade | 31. ????? | 32. Fresh Prince of L.A. (tive que colar na net porque o jogo não aceitou o nome em inglês, que conste que foi a minha única cola: "Um Maluco no Pedaço) | 33. Sai de Baixo | 34. Jornal Nacional | 35. Flintstones | 36. Friends | 37. Pedra Sobre Pedra (amo essa música) | 38. Armação Ilimitada | 39.Meu Deus, não tenho idéia! E olha que eu amo a Rosanna! | 40. Tartarugas Ninjas | 41. Tom e Jerry (como não ter decorado após ter assistido 7 horas de Tom e Jerry no Aeroporto de Karachi?) | 42.Programa Silvio Santos | 43. ????? | 44. Thundercats | 45. Vamp | 46. Banheira do Gugu | 47. Full House | 48. Fera Ferida | 49. ????? | 50. Chacrinha | 51. Casa dos Artistas | 52. Get Along Gang (*cantando* get along gang get along gang, each one is special in its own way... yay dancei tanto isso na Lôca!) - alguém lembra do nome em português? | 53. MacGyver | 54. Carrossel | 55. Deus??? Quequéisso? | 56. Socorro, eu lembro da música mas no idea de onde é! | 57. Simpsons (duh) | 58. ????? Mãe????? | 59. Aqui Agora | 60. Perdidos no Espaço | 61. Balão Mágico | 62. Roque Santeiro (a melhor novela ever) | 63. Clip Trip | 64. ?????



Escrito por Turca Sofistinha às 18h02
[ ] [ envie esta mensagem ]


Escutem essa: um dos meus cartões foi clonado e torraram mais de 2 mil dinheiros numa loja de SURF em São Paulo. Vejam bem, loja de SURF. Não tem nada que eu ache mais pobre do que roupas e estilinho surf. Assim, não entendo como uma loja recebe um cartão clonado de uma fulana que gasta mais de 2 mil sem uma identificação. E mais, não sei como não desconfiam d'uma pobrona com um sobrenome phynno como o meu. Tipo: hello-o.Também não entendo como gastam um número tão redondo em compras. Essa história tá me cheirando bem mal.

Sinceramente, como uma pessoa com esse narizinho arrebitado e sobrenome complexo compraria algo assim?

Pois bem, fico pensando se ela comprou essa blusinha pra ir no chrras do Lucivando:

Ou se optou por essa blusinha fashion pra ir no pagode cá Marilzene:

O que vocês acham desse jeans sapeca pra combinar?

Bonezinho pra completar o look, né, cururu?

E a paixão feminina pelos sapatos? Não sei qual ela optou para deixar a Valdeneise lôca de inveja:

 

Acho que foi o terceiro, né? E ainda pintou as unhas do pé de branco cintilante e fez uma florzinha, oh!

Mas aposto que levou uma brusinha pro Krébi pra usar lá no SESC Bertioga:

 



Escrito por Turca Sofistinha às 16h47
[ ] [ envie esta mensagem ]


Um pouquinho de música made in Paquestón procês.

Gostou? Dia que sim. O Bubby agradece. :) Pela primeira vez cantando em pashto.

Preciso ficar rica.

Desceu até o chão? Não? Então toma!



Escrito por Turca Sofistinha às 19h52
[ ] [ envie esta mensagem ]


Estava lembrando de um professor de história que tive... Que uma vez disse pro molequinho de rua que veio pedir dinheiro: "Menino, eu sou professor, não tenho dinheiro. Mas vê se toma vergonha na cara! Pegue uma arma e vá roubar de quem tem!!!".

É.

Que cousa.

Kkkkkkkkkkkkkkkk eu me caguei de rir.



Escrito por Turca Sofistinha às 23h12
[ ] [ envie esta mensagem ]


:@

A Sarah é uma blogueira muito má que assiste Conan comento coxinha. E por isso eu a adoro, não passo um dia sem visitar seu blog. Não pude resistir a copiar a pauta de seu último post: o lançamento do site über tosco de Ellen Jabour. Assim, cálega... A nível de pessoa, enquanto ser humano, a título de libanesa brasileira como a Jabour turquérrima, senti uma cousinha no meu interior que boliu meu juízo. Não, não eram as lombrigas.

Era pena.

Entre no site e entenda. Assim... Vergonhinha alheia do soutien com porta-teta de aço, discursinho cheio de clichês e um ar de alguém que quer ser a neo-Barbarella dos pobres do terceiro mundo que precisam entender que plantar árvores e fechar a torneira enquanto escovamos os dentes é a solução pra humanidade.

Depois de passear pelo sítio, vá para o blog da Sarah para ler sua fantástica análise das obras de arte da moça. Mande Gömbrich às favas, isso é que é história da arte. Period!

Ok, eu sei, porra, ela dá pro Rodrigo Santoro e nós, não. Também, não queria mesmo...



Escrito por Turca Sofistinha às 18h28
[ ] [ envie esta mensagem ]


baladinhas de aniversário

Aproveitando o embalo dos comentários no post anterior, criei uma resolução de ano novo a ser cumprida já em agosto: não vou mais em baladinha de aniversário de amigo nenhum. Vou em barzinho que dê pra sentar e bater papo e que não custe uma fortuna. Adoro quando meus amigos escolhem lugares bacanas como o Piola, o Bar Brahma ou até mesmo o cafonoso AliBabar. Odeio quando meus amigos inventam de comemorar em danceterias com samba rock ou na Trash 80's onde não há lugar pra conversar e você é obrigado a dançar no meio do pessoal feio.

Pronto, falei.

Gente, fui em uma baladinha horroríver só porque eu amo muito essa minha amiga: Teatro Mars. Tocou samba rock (uma das catiguria di música que eu mais odíííío na vida) e Tim Maia (nada mais hétero e decadente, né?). Roubaram meu celular. As pessoas eram feias, pareciam ter saído da Escola de Comunicações e Artes da USP. Sabe tipo sujinho que usa calçados Goóc com lona reciclada com arte tipo "grafite" (desde quando grafite é arte, não sei, por mim enfiava toda essa corja que polui a cidade no xilindró)??? Assim, ó:

Então, gatos e gatas, não façam a ofendida quando eu disser que não vou nem por 10 Manolos na sua baladinha. Buátch só vou nas minhas favoritas e com a condição de que sejam sempre GLS. Agora, se você quer celebrar a data ao lado dos amigos e CONVERSAR, RIR, DIVERTIR-SE sem obrigá-los a DANÇAR e ficarem CONFINADOS NUM AMBIENTE ONDE OS DECIBÉIS ENLOUQUECEM, não contem comigo.

P.S.: Eu sei, eu sou hétero. Mas culpem a minha mãe que pariu uma bicha perfeita que já vem raxada.



Escrito por Turca Sofistinha às 14h29
[ ] [ envie esta mensagem ]


Kabul Fashion Week

Minha correspondente internacional em Vilhena (RO) e Multan (Paquistão), Everyn-thing, mandou essa quentinha (e vou dedicar pra Lana):

"A capital afegã, Kabul, abrigou seu primeiro desfile de modas em décadas: modelos desfilavam com roupas locais em um hotel de luxo na cidade. O evento atraiu expatriados e algumas figuras da alta sociedade afegã. As roupas eram feitas de tecidos nacional, incluindo fashion burkas, e mostradas por modelos estrangeiras ao som da tradicional música afegã." Leia mais.



Escrito por Turca Sofistinha às 20h50
[ ] [ envie esta mensagem ]


Angry German Kid x Mario

Ontem o Rique me mostrou esse vídeo. Já vi o Angry German Kid várias vezes, mas essa montagem está sensacional. Eu sei que o vídeo é velho, mas eu não tinha visto. Ficou sensacional, não sei se dou mais risada com a montagem ou com a falta de destreza: eu jogo videogame tão mal assim. :)

Aliás, adivinhem o que vou fazer nesse sábado ensolarado com a Jü? Vamos jogar video game. Hohoho.



Escrito por Turca Sofistinha às 14h15
[ ] [ envie esta mensagem ]


Uma coisa que odeio e que está entalada na minha garganta há dias ocorreu no início de julho. Sabe aquele amigo que você adora que decide celebrar o aniversário na buátch mais tosca da cidade? Então, lá fui eu. Fizemos uma festa surpresa e seguimos para lá. Mas a música estava uma bosta, as pessoas eram feias, a bebida era ruim. Só faltavam ventiladores, saca?

Aí eu saio e falo mal do lugar. As duas pessoas que saem comigo, uma raxa e uma bicha, descascam o verbo junto.

Passam os dias e meu amigo aniversariante vem com aquele sorriso amarelo perguntar se eu odiei a balada. Eu digo que sim, pois, afinal, ele já sabia que eu já detestava aquele muquifo low profile. Aí ele me solta "é, tinha informantes que me contaram que você falou mal do lugar".

Pois é. Quando eu falo alguma coisa no meu excesso de sinceridade, as pessoas vão na minha trela e falam junto. Mas na hora de assumir o que falou, jogam logo a responsabilidade em mim. Ok. Fico chateada em saber que o mundo seja tão cheio de pessoas medíocres que não tem colhão em assumir o que falam.

Sim, eu continuo achando que a buátch é uma bosta. E se algum de vocês estiver lendo meu post, vos comunico que acho que vocês estão no mesmíssimo nível da balada. Gentinha sem personalidade e coragem tá pipocando por aí. Vocês são uns bostões e ainda vão fazer futrica com meu amigo de infância.

Vão dar o cu bem dado.



Escrito por Turca Sofistinha às 09h39
[ ] [ envie esta mensagem ]


E o nome de dois réus no caso da queda do vôo da Gol são "Jomarcelo" e "Lucivando". Lu-ci-van-do. Taí uma cousa que tira meu sono e bole meu juízo. Pronto, falei.



Escrito por Turca Sofistinha às 17h16
[ ] [ envie esta mensagem ]


Punhetice.

Abri o jornal durante o café da manhã para procurar algum filme iraniano (adoro filme com criancinha turca, adoro, mesmo aqueles em que não entendo cazzo algum) ou outra coisa que me motivasse a gastar mais de 10 reá num cinema. Lembrei, então, da raiva que dá gastar tanto dinheiro na assinatura da Folha.

Sou jornalista, não se esqueçam, e quando me formei na Cásper aprendi que o hype seria usar palavras como "sincretismo", "mimetizar" e toda a sorte de palavrinhas envernizadas para encher lingüiça em texto opinativo.

Também não entendo porque resenhas de filmes devem ser tão opinativas. Não quero saber o que o repórter da folha acha sobre Harry Potter: "enjoei ou cresci", disse um tal. Ah mamãe. Vejam só como ele é espertinho, virou adolescente e acha a turma de Hogwarths uma merda. Realmente não esperava um comentário tão entojado desse fulano de quem gosto deveras e por isso não revelo o nome nem que abram meu bucho com péxêra (até porque eu esqueci no momento).

E aí eu me pergunto: deixaria eu de assistir os filmes do Harry porque a patota da Folha malhou a obra? ALGUÉM deixaria de assistir um filme baseado em frases de efeito de auto-promoção de jornalistas com o ego maior que a China?

Ok, tem gente besta pra tudo, je sais.

Aprendi, também na época da Cásper, que chique é ser e/ou aparentar ser inteligente. Que deveria venerar Chico Buarque no céu e a Nouvelle Vague Francesa na terra, que falar numa roda de jornalistas que eu tenho mp3 do Fábio Júnior e que adoro a Luciana Gimenez também não seria legal. Vejam bem: eu até "gostinho" (gosto um pouquinho) de algumas das composições do descendente do dicionário, mas ô vozinha chata. Também não me deixa babada como 11 entre 10 culturetes.

Mas tentei: fui ao cinema com um namoradinho mais velho que tinha na época para assistir "O Pequeno Soldado" com minha xará Anna Karina (é, beibes, meu nome é esse aí). Achei o filme um porre, não entendi picas e tive acesso de náusea enquanto ela falava que café da manhã era cigarro com café preto e que Bach era para ouvir de noite, que Mozart era para manhã - uma punhetice assim, não me lembro a ordem dos fatores. Finalmente quando comecei a ter uma ligeira idéia do imbroglio... O filme acabou.

Inspirei, expirei, esperei os créditos rolarem na tela (aprendam, bees, isso é muito chique) e no meanwhile tentei pensar em algo inteligente para dizer e impressionar o bofe ou, simplesmente, rezar para que a ficha caísse. Mas tudo o que saiu foi "eu preferia ter visto o filme do Didi".

Dou graças a Deus em ter conhecido duas figuras na faculdade que se preveniram cotra a Punheticis Extrema, uma doença comum que afeta 9 entre 10 jornalistas. Uma era a Noêmia, que morria de nojo do Zé Celso e, como eu, não via nada brilhante num fulano que faz cocô no palco. A outra era a Mariana Pulga que, como eu, gosta muito do Tiririca.

Logo, hei de concordar com meu amigo Henrique: a única masturbação saudável é a literal.



Escrito por Turca Sofistinha às 11h05
[ ] [ envie esta mensagem ]


Querido Leitor

Hoje jantei com um leitor. Tony Góes, parece que te conheço há anos. Poderia ouvir suas histórias durante toda a noite. Adorei cada segundo, além de ter me divertido a valer ainda sei que deve ter ótimas referências... Amigo da irmã da minha querida Mari. Ó mundo pequeno com 37 pessoas e milhões de figurantes.

Obrigada, Gui. Nos trombamos graças ao seu blog. Agora só falta TE conhecer, bunitahn.

Mwáh e boa noitinha, essa semana será corridíssima. Mas já começou tão bem. Sono felice, felice.



Escrito por Turca Sofistinha às 21h31
[ ] [ envie esta mensagem ]


Bruges

Cara Antuérpia, por favor, compartilhe com essa libanesa e seus leitores os nomes das bandas techno-pobreza de Récife, vá? Vááááá? Please, s'il vous plaît, bitte?



Escrito por Turca Sofistinha às 18h20
[ ] [ envie esta mensagem ]


A principal diferença entre homens e mulheres...

Segundo Sheikh Jassem Al-Mutawah. Kkkkk. Achei sensacional. É Borat fazendo escola além das fronteiras dos países-tão.



Escrito por Turca Sofistinha às 10h13
[ ] [ envie esta mensagem ]


O que fazer quando você nasce feia e pobre no Ecuador?

Você canta e dança de roupas íntimas em cima da laje no Grupo Deseo, vá!



Escrito por Turca Sofistinha às 22h02
[ ] [ envie esta mensagem ]


A gente percebe que está ficando mais velha quando as neuroses começam a pipocar. Hoje tive meu momentzinho véia neura quando pedi um sundae no McDonald's do lado do escritório (e quero emagrecer, pfff) e esqueci de pedir que viesse "sem amendoim". Grrrr!

A culpa foi minha. Tirei nesgas de sorvete para retirar toda a "cocrância" do meu sorvete, odeio amendoim, isso é comida de elefante e meu estado de sobrepeso não tá nem perto. Amendoim só é bom em pasta, aquela coisa nojenta que americano come a baciadas. Ou em forma de paçoca, já mais farelento, sem ter que mastigar e ficar com souvenires nos dentes.

Tirei um por um.

Fiquei sem cobertura e ainda fui exigir: com um sorriso no rosto disse que havia esquecido de pedir para que não colocassem amendoim no sorvete, pois era alérgica e poderia morrer. Logo, minha sobremesa estava desfalcada sem seu "plus a mais" que é aquela deliciosa calda. Pedi que colocassem um pouquinho mais, por favor, já que "no McDonalds de Porto Alegre, onde eu moro, o costume é pedir para que coloquem amendoim e não ao contrário". Santa cara de pau, ela encheu meu sundae de calda e saí tão feliz.

E gorda, carai.



Escrito por Turca Sofistinha às 19h19
[ ] [ envie esta mensagem ]


Borat tem razão. Acho que meu cérebro é menor. Não posso deixar o meu celular na minha mesa de trabalho. Toda vez que toca Fairouz na minha campainha eu atendo o mouse e clico no celular.

Afff.

E como hoje é sexta-feira, estou trabalhando casual. De Nike Shox para o deleite das minhas cálegas amadas. ;)

Tony Góes, já falei que te adoro?



Escrito por Turca Sofistinha às 10h34
[ ] [ envie esta mensagem ]


Lima

Porque um terremoto de 7.9 tem que acontecer em Lima? Uma capital de país de terceiro mundo cheia de gente trabalhadora, honesta e muito querida? Às vezes tenho meu momento revoltinha e não entendo como Deus manda uma merda dessas pr'um país tão pobre.

Já falei com um amigo queridíssimo que lá vive e ele relatou que o som de um terremoto é uma dos piores sons do mundo, especialmente quando se mistura com o grito da população. A empregada dele estava na rua e disse que o chão se abria sob os pés das pessoas.

Lima está 100 metros acima do nível do mar, mas tem uma faixa de praias em um costão abaixo desses 100 m. :( Parece que o risco de tsunami já foi descartado.

Poxa, porque essas merdas ocorrem em país pobre como Peru e Paquistão? Graças a Deus nunca estive lá na época de um terremoto, mas meus amigos paquistaneses relatam o terror da mesma forma: é amedrontador e o som é infernal.

Já que a merda tem que acontecer, porque não acontece numa cidadezinha no meio do Texas onde só hajam pessoas racistas e ultra-conservadoras? Lógico, numa cidade onde não esteja a minha amiga querida Lana e tantas outras pessoas incocentes, só esse bando de gente odiosamente racista que odeia muçulmanos, latinos etc. :(

Lima é uma das cidade sensacional. Minha capital favorita na América do Sul (mil vezes mais que Buenos Aires). Se tivesse que viver lá, viveria feliz. São as pessoas que criam uma cidade e os limeños são um dos os mais queridos desse continente.

Estou tristíssima. E rezando para que a situação não piore nas próximas horas.



Escrito por Turca Sofistinha às 23h00
[ ] [ envie esta mensagem ]


Valmir... Tenho família em Ijuí. Logo descubro quem é você. :)

Escrito por Turca Sofistinha às 17h34
[ ] [ envie esta mensagem ]


Economíadas

Hehehe, alguém disse nos meus comentários que era pobre e não tinha dinheiro pra comprar Manolo. Ok, eu entendo. Também sou pobre e aquele Manolo zebrado não é meu (please, gente, tá na cara que a foto eu tirei da internet). Vou contar uma historinha muito low profile de minha parte já que fiz a piadinha do "deixo de comer pra ficar bunita na buátch".

Uma das minhas formas de fazer regime e economizar pra comprar uma coisinha mais cara é parar de comprar guloseimas e almoçar fora de casa. Já comi pão com ketchup quando morava no Canadá pra comprar sabe o que?

.

.

.

Que vergonha!

.

.

.

Fiquei 2 semanas sem almoçar perto da minha escola de inglês em Toronto para comprar um...

.

.

.

Ai que vergonha...

.

.

.

Um Nike Shox!

 (wein wein wééééin)

Tá, me gonguem.



Escrito por Turca Sofistinha às 08h46
[ ] [ envie esta mensagem ]


Pra quem quer fazer a bilu indiana...

Tira o sari do armário ou se enrola no lençol. Arrasa no kajal e no bindi. Puxa o bofe e faz a Aishwarya:

Música dedicada pra minha amiga Mari.



Escrito por Turca Sofistinha às 22h40
[ ] [ envie esta mensagem ]


Meme do qual não fui convidada.

O Chawca não me chamou. Mas, e daí? Vou participar mesmo assim: 10 jogos que joguei até (quase) estourar meus miolos. Hohoho. Todos sabem que sou uma nerd daquelas, então, não poderia deixar de dar meus pitacos:

Meu primeiro video game foi um Super Charger. Nintendinho 8 bits de cartucho japonês. Já jogava Super Mario (mas não citei o jogo neste meme pois, afinal, seria um pleonasmo factual), mas também adorava Ghostbusters para Phantom System: aquele cartuchão do tamanho de uma capinha de DVD enfiado em um adaptador para formato japonês que, por sua vez, era enfiado no pequeno Super Charger.

Era tão chato, tão chato, tão chato... Que não parava de jogar!

Ainda na época do NES, um dos jogos que mais amo e me odeio por não ter o cartucho é o Kiwi Kraze. Kiwi é aquele passarinho que parece uma galinha peluda lá da Nova Zelândia. Olha, se alguém tiver o cartucho FUNCIONANDO para NES, Master ou SNES, me avisem: eu compro!

É bonitinho demaaaaais!

Ok, esse eu deveria deixar para o final. Mas como o post segue uma ordem cronológica, não posso deixar o meu jogo favorito de todos os tempos de lado: Phantasy Star. Não quero saber se existe um para PS2, não quero saber de nada. Pois eu amo o Phantasy Star para Master System mesmo. Com aqueles gráficos, com aquelas músicas e com as tais legendas em português. :)

Aliás, tenho um emulador num HD especial só para ele. Isso é que é amar o jogo!

Comercial japonês do Phantasy Star.

Não tinha Master System. Mas tinha o adaptador que meu tio muambeiro comprou em Miami. Uhuuu! Então pegava a fita da Mônica no Castelo do Dragão de uma amiga e me acabava. O jogo é uma versão super tosca de um dos Wonder Boy. Mas era "demaizão". Recentemente, adquiri a fita no Mercado Livre. Mas dá bug. :|

 Tosquérrimo. Obrigada, Maurício de Souza.

E quem não cansou de jogar Alex Kidd in the Miracle World? Era muito difícil, mas adorava a musiquinha. Até hoje fico feliz e com vontade de descer até o chão. Em especial a música da fase da água! Mas tinha pena do Alex: aquele mundo com aquela laminha verde parecia tão triste...

Bendito Mega Drive! Não parava de jogar Moonwalker, do Jacko. Até hoje tenho meus video games antigos ligados e até hoje considero este como um dos jogos mais divertidos da minha infância. E o lance do weirdo deixa o joguinho de Jacko ainda mais interessante. Yay!

Vejam a propaganda e entendam porque. :)

Então meu vizinho, o Márcio, me apresentou o Streets of Rage para Mega Drive. Pronto. Foi pior que Lost e acabou com minha vida social por um tempão. E a prova de que sou tão nerd, mas tão nerd é que uma das minhas maiores diversões atualmente é zerar o jogo no Hardest em companhia de minha amiga Ju. Que cousa.

Fase 7: minha favorita. O nerd que subiu esse vídeo pro YouTube usa a mesma técnica que eu: jogar o pessoal lá pra baixo. Diliça.

Uma coisa que não contei pra vocês é que (fora Phantasy Star), sou a pior jogadora ever. Só me ferrava, morria fácil. Nada como um jogo suficientemente imbecil para que eu (e a Celena) pudéssemos nos dar bem: Barbie Super Model para Super Nintendo. Kkk, e fique em off que nós duas dançávamos (não literalmente) na hora da coreografia.

Difícil!

Pois bem, não pude escapar do Street Fighter, né? E como toda menininha, gostava de jogar com a Cammy, com a Chun Li e com o Vega. E só. Os outros eram muito feios.

Mágoa de Cammie. Não se esqueçam quem encarnou a loirinha no cinema. Sim. A Kylie:

Sim, também entrei na onda do Mortal Kombat III. E me apaixonei pelo Liu Kang do filme quando tinha 14 anos (hahahahahaha, péééim, gongo na turca). Sabia todos os macetes para dar fatalities e animalities e até babylities. E sim, gostava de jogar com a trava da Sindel. Ou com a Sonia (lógico, que menina não gostava?). Ou com o Sub Zero - muito purpurinado.



Escrito por Turca Sofistinha às 20h13
[ ] [ envie esta mensagem ]


Novas necessidades, bons hábitos.

Nunca gostei de sair do banho e passar hidratante. Achava grudento. Mas aí a idade bate, né, calega? Como meu DNA tem muita coisa da família Crotalus, tive que adquirir tal hábito. Obrigada, Victoria's Secrets, pela graça alcançada.

Achei esses tubinhos de hidratante com cheirinhos de chiclé no Duty Free e comprei alguns. E a publicidade é uma coisa tão do mal que me faz sentir como se realmente tivesse uma pele nova e nutrida. Oooh!

Pior é que, passando a mão pelo meu corpo (não nesse sentido!), descobri que tenho uma cicatriz sobre o omoplata esquerdo. Não me lembro de ter me machucado ali. Além de pele saudável, descobri que fuiz abduzida e tenho um chip. Obrigada, Victoria.

Lonely Planet: guias de viagem a partir de 2,5 doletas!

É isso aí, freguesia. A Lonely Planet (que edita os melhores guias de viagem do mundo), muito espertinha, lançou uma idéia magnífica para nós viajantes duros que não compram um LP inteiro porque é caro bacarai: guias de viagem pe-dê-êfados por USD 2,5 cada. Lógico que não é o guia todo: este é o valor por CAPÍTULO. Não é vantagem se você quer ler tudo sobre todas as regiões da Índia. Mas se você é como eu, que quer ler sobre a Martinica mas não gastaria mais que dez reá num guia de Caribe, vá ao site e divirta-se.

Deu pra ti, baixo astral...

Quem não conhece essa música (ou finge que não conhece) que atire o primeiro frasco de exame de fezes. É do Kleiton e Kledir (afe, até dói digitar esses nomes de pobre, é muito "ton" e Ks juntos), todo gaúcho adora e, apesar de gostar tanto da canção como gosto de um copinho de chorume, essa merda grudou no meu cérebro:

Deu pra ti
Baixo astral
Vou pra Porto Alegre
Tchau

Fala sério. Se eu estivesse com baixo astral, acho que o último lugar no mundo para onde iria seria Porto Alegre.

Calma, gaúchos! Nada contra a cidade da Praia de Bellas! É que eu prefiro ficar deprimida em Paris, mesmo. Vamos combinar que minha bolsitcha Valentino tem muito mais a ver com o Boulevard Saint Germain do que com as prainhas do Guaíba, onde o saltinho do Manolo afunda.

Nhé.

Tô prevendo... lá vem portoalegrense bairrista dar pitizinho nos meus comments. Aviso prévio: gongarei todos. Adoro Porto Alegre, mas just for the sake of the post, please: me erra!

P.S.: É que Ijuí é muito mais legal!

P.S.2: Amo muito o RS e Porto Alegre. Por favor entendam que isso foi uma piada. Gosto tanto do sul que estou idealizando uma viagem temática com meu amigo Bibes, aí pelos pampas: visitar locais sagrados da literatura gauchesca no RS, uhu!

P.S.3: Desculpem pelo excesso de desculpas. É que tenho que evitar a falta de sinapse. Sacomé... Gente que passa fome na primeira infância e meninas loucas que vêm me encher o saco quando estão de chico. Get a life!



Escrito por Turca Sofistinha às 19h34
[ ] [ envie esta mensagem ]


Odinho.

Nada com uma segunda-feira de volta às aulas. Eu, que habito ao lado do Mackenzie, não poderia estar de pior humor: um bando de Mackenzistas cheios de tinta encostando no meu carro pra pedir dinheiro pra tomar cerveja? Ah, vá. Sou super contra esse tipo de trote imbecil. Depois de encherem o gogó vão mijar no meu jardim. Olha só que beleza. Porque não vão juntar dinheiro pra dar pra comida pra pobre? Vou eu pagar breja pra filhinho de papai? Me erra.

Porquinho da Índia

Aí chego em casa e a Maria aparece com um porquinho da índia. Kkk. Ela me pergunta: "Kaká, você tem medo de porquinho da Índia?". "Não, Maria... Mas isso é um Hamster", respondi. E ela colocou o bichinho numa caixinha cheia de furinhos e vai levá-lo pra casa. Eu amo a Maria. E o roedor de espécie incerta? Eita bichinho bonitinho. Fede, mas é uma gracinha.

Catiguria.

Porque tem gente que têm coragem de usar isso? Sapato que já vem com chão. Tipo... vocês realmente acham que isso é bonito? Se sim, aposto que você arrasa no Neutrox look molhado antes de sair de casa, né, calega?

Ah, entendi. É pra você, calega roqueira, ir pra Ledslay sem dor no pezinho. Mas realmente não entendo como andar com esses blocos sob os pés pode ser algo confortável. Mas, ok, não vou discutir com quem vai em balada de 3 reá (me-do).

Dia 17 tem festa com churrasco. Kkkkkkkkkkkk, alguém me abana. Moradores dos arredores da Av. Celso Garcia, protejam seus mascotes.

Aí dou um search em "Ledslay" no Google e acho o seguinte depoimento:

"certa vez fui na ledslay. Guras, tinha muita mulher feia...pqp! já faz um tempão., mas mesmo assim gostaria de me livrar desse fado de caçar dragões."

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

............................

Sou mais o Manolo...

Sorry, Celso Garcia...



Escrito por Turca Sofistinha às 18h34
[ ] [ envie esta mensagem ]


Um pouco de sensualidade.

Porque todo filme, pra ser bão, tem que ter violência e cenas séquicis, né? Entendam como eu me divertia assistindo TV no Paquistão. O idioma é pashto. Onde diabos fui amarrar meu burro?



Escrito por Turca Sofistinha às 21h17
[ ] [ envie esta mensagem ]


Para todos.

Não é novidade, mas acabei de achar a foto abaixo no Perez Hilton. Mika, não faz o Roberto Carlos. Começa a fazer música pra gorda, depois fala das de óculos até chegar na vesga, na manca, na paralítica. Olha, Mika... Não fode. Eu te amo, você é tudo, mas pára de fazer o policitamente correto, vá.

Te desejo. Kkkk.



Escrito por Turca Sofistinha às 20h55
[ ] [ envie esta mensagem ]


Preguiça

Cansei de Sarah Jessica Parker. Bichas, vocês podem me odiar porque amam a Carrie. Mas eu acho essa aí uma chata e feia como um trabucão.



Escrito por Turca Sofistinha às 20h43
[ ] [ envie esta mensagem ]


Rafa, arrasou nos comentários. Bofe da trabalho, mas a gente se recompõe quando sobe no Manolo. Ah, Manolo. Manolo. Manoooolo.

Escrito por Turca Sofistinha às 20h42
[ ] [ envie esta mensagem ]


Admiro muito a minha mãe, a mulher mais foda do mundo. É que a ficha caiu quando vi isso e...

Lembrei que fiz minha mãe me levar pra ver a Xucra no cinema do Conjunto Nacional. Putz... Criança é mesmo uma coisa difícil de criar já que uma vez que sai, não dá pra botar pra dentro. 

E para quem não viu a morte da Xóca feita pelo meu mió amigo, o Carlos:



Escrito por Turca Sofistinha às 16h58
[ ] [ envie esta mensagem ]


Eu sei. Meu blog anda super baixo astral. Mas é isso, bichaiada. É foda ser hetero em um mundo gay. Estou me sentindo meio anormalzinha por não ser adepta da gandaia, da putaria, dos "tóchico", né Creide. As vezes dá um desalento, parece que ser mulher direita é coisa ruim.

A rotina bate, os pepinos do trabalham aumentam como se tivessem fertilizantes radioativos, o bofe dá trabalho, a gente acha que emagrece e quando vê está 2 kilos acima, então a resistência cai e bate a gripe bem na época da viagem, viajo com febrão e estou louca pra comer Pizza Hut (no, no, bad bad Kari, no no no).

Acho que vou tirar férias desse blog. Estou empolgada com o caderninho novo: http://karinissima.wordpress.com 

É isso. Volto quando o humor der uma upgrade, desde que botei o pé no Brasil o cenário ficou cinza. See you later, alligator.

Enquanto isso, divirtam-se com essas rachas aqui: Kelly K, Dri Spaca, Sarah. E aprenda a cozinhar algo para seu bofe com a Patricia Salvatore Ferragamo - bee, quantas vezes já fizeram essa piada contigo?



Escrito por Turca Sofistinha às 16h47
[ ] [ envie esta mensagem ]


Fotitos...

Updeiteando meu Flickr aos poucos: http://www.flickr.com/photos/karinabu/ 



Escrito por Turca Sofistinha às 22h53
[ ] [ envie esta mensagem ]


Pronto, falei.

Uma amiga me convidou para o Creamfields de Buenos Aires. Até aí ok, bicha. Eu amo música eletrônica, adoro um convescote temático e Buenos Aires é tudo de bom. Embora não goste muito da vibe desses festivais onde os "tóchico" rolam solto - sou caretíssima para essas coisas. E a putaria idem.

Não gosto da idéia de sair beijando estranhos que conheço na mesma noite, não gosto muito do termo "ficar" e rolos de uma noite só não são comigo, pois, vejam bem, sou uma menina bem criada que, apesar de ter uma boca suja pra caralho, dá valor para dignidade e corpo.

Moralismos a parte, estou aqui para comentar uma coisa: a paixão das brazucas pelos gringos. Tenho preguiça de Marias-Passaporte. Não vou cuspir pra cima, já arranjei uma tranqueira franco-canadense na minha vida em um passado não tão distante ou mesmo meu outro significante que é um paquistanês. Nem estou aqui para falar das amigas que casaram ou namoram europeus: vejam bem, liguem o Tico ao Teco, estou falando das piranhudas.

Vamos combinar, também, que o grosso da piranhada brasileira toca castanhola para os gringos dos EUA, Canadá, Austrália, Europa... É raro ver uma guria dando mole para um indiano ou paquistanês. O preconceito das patricinhas é tão forte que muitas dizem que esses são os "baianos do Canadá". Era o que eu ouvia diariamente quando estava em Toronto.

Então íamos para as baladinhas e as gurias ficavam loucas só porque os caras são loiros dos zóio azul...

Olha, não estou generalizando (e se alguma de vocês levar pro lado pessoal, é porque é burra, fia, pois estou falando das pipiras brasileiras que caçam gringos): mas meu ex canadense era um porcão. Adivinhem porque o apelido do moço era "chulé". Sem falar que ele deixava brecada na porcelana quando ia ao banheiro e isso, minha calega, é IMPERDOÁVEL.

Já o Bubby, que é um paquistanês de fenótipos nada europeus e parado em todos os aeroportos que visita, é o homem mais asseado, cheiroso e educado que conheci. E mais lindo que toda essa gringaiada ameba aí.

Pois bem... Essa mesma amiga que me convidou para o Creamfields fez troça pela minha escolha. Ok, já me acostumei com o preconceito e ignorância alheios (em especial das barangas feias pra caralho que vem me encher o saco aqui no blog), essas coisas entram por um ouvido e saem pelo outro. E ela disse que vamos ficar num albergue super badalado cheio de europeus.

Péra. Pára tudo.

1. Tenho NOJO de albergue cheio de europeu. Os banheiros são encardidos, não gosto de compartilhar chão com cabelo e fedor dessa gringaiada catinguenta. Nunca vou esquecer de um dinamarquês lindoooo, loirooo, cos zóio azuuuuul, praticamente um príncipe que... começou a cutucar o pé pra tirar creca, assim, na frente de todo mundo.

2. Não é meio óbvio que muitos dos europeus vêm para a América Latina pra cair na putaria e depois "tchau"? Sabendo disso, ainda tem mulher que se presta a tal baixaria? Na minha terra, calega, isso se chama putice.

3. Porque tanto oba oba porque o cara é europeu? Sou mais alguns brasileiros bem-humorados, paquistaneses reis da cortesia, indianos educados, peruanos simpáticos... Acho que esse deslumbre pelo "primeiro mundo" é a coisa mais tacanha e terceiro-mundista que conheço.

4. Tenho HORROR de homem porco. Pode ser o Brad Pitt, se tiver uma crequinha ou cheirinho, não dá. Como vou relevar, então, essa gente que usa a mesma camiseta 5 dias seguidos, que não cortam a unha do pé, que vivem de haiavana... Ecows.

Acho deselegante.



Escrito por Turca Sofistinha às 21h40
[ ] [ envie esta mensagem ]


Blogue gostoso!

Adoro conhecer os blogues dos leitores que aparecem aqui. Mas o sítio da Patricia Scarpin é especialmente delicioso e viciante. Já dei bookmark e colocarei o link aqui (um dia... vocês conhecem minha preguiiiiiça com html). Agora vejamos se a libanesa aqui aprende a cozinhar mais quitutes. Até bagel essa guria faz, oigatê!



Escrito por Turca Sofistinha às 20h44
[ ] [ envie esta mensagem ]


Cheguei. Gripada e com overdose de flautinha. Fiz a bunitahn com minhas sapatilhas fashions da Zara de 39 reais e acabei com meu pé. Meu amigo pegou no cocô da lhama em Machu Picchu. Desfilei com lã de alpaca no trem para o delírio da japonesada. Perdi a baladzeenha na buátch em Lima porque estava com febre. A bandeira de Cusco é igual a bandeira gay. Tirei fotzeenhos com bebês de ovelha, aaah que fofos.

Relatos em breve no meu novo caderno. Aguardem.

Hora de desfazer a mala, tomar banho e ir trabaiá. :(

E deixo público que quero mudar de profissão: quero trabalhar num berçário de lhamas, ovelhas e cabritos móvel num avião da Emirates. Que tal? Esses bichinhos são tão fofos e eu viajaria sempre...



Escrito por Turca Sofistinha às 12h03
[ ] [ envie esta mensagem ]


Estou Off

Eu vou, mas a lhama Risadinha fica aqui pá potregê o brógue desses zóio gordo de bicha pobre pão com ovo, né, calegas?



Escrito por Turca Sofistinha às 23h24
[ ] [ envie esta mensagem ]


Zentzi.

Comprei uma sandália dourada com purpurina na Zara do Morumbi. R$ 39, não machuca tanto o pé (vamos conversar que os sapatos da Zá são lindos mas tão duuuros). Comprei duas sapatilhas com brilho pra usar na buátch por R$ 39 (a de oncinha brilhante) e R$ 59 (lantejoulas roxas). A Zara está liqüidando tudo. Se joguem nas botas e nos poucos casacos que sobraram.

Dica, né, calega?



Escrito por Turca Sofistinha às 23h17
[ ] [ envie esta mensagem ]


Hehehe. Hoje estava dirigindo na Anhaia Melo (adoro falar "anhainha" melo) quando vejo um corcel bege caindo aos pedaços com a placa: "vendo ou troco". Ok. Pergunto a você, querido leitor. O que o dono desse corcel espera em troca por esse carro?

1. Uma bicicleta?

2. Um bode?

3. Uma Coca-Cola e uma caixinha de Bis?



Escrito por Turca Sofistinha às 23h11
[ ] [ envie esta mensagem ]


Meme: 5 músicas!

O Chawcca me convidou para um de seus deliciosos memes. Demorei um bocadinho para escrever porque minha semana começou com o pé-esquerdo e não tinha o menor humor para pensar nas 5 músicas que mais escuto ultimamente. Agora que o humor deu uma melhorada, sapeco aqui os 5 mp3s que mais escuto nos últimos dias. :)

1. Have to Let Go Sometime - Sajid & Zeeshan

A dupla paquistanesa que ganhou meu coração, quem me conhece que me compre, hah! Acho que um deles (o mais garboso) já é conhecido de muitos amigos da turca que vos escreve, néahn? Gravadinhos com a EMI e fazendo shows pela Ásia, fico muito orgulhosa do Bubby.

2. Mahi Ve - Josh

Delicioso hit paquistanês. Thanks, Everyn. Achei essa música fuçando no seu Orkut e desde então não páro. Para vocês terem um preview da vibe da batidinha crássica lá daquele país que amo, amo, amo. Agora, bicha, me manda aquele mp3 que ouvimos non-stop quando você voltou do Paqui? Aquele com legendinha, estrelinha e refrão close to "na jare kyun" (era isso?). Thanks, gata.

3. Thottal pum Malarum - regravação de clássico tâmil de Saroja Devi

Esqueçam o clipe, é Bollywood. É cafona, é tosco, é Bollywood, oras. Mas o remix de "Thottal Poo Malarum" (que em tâmil deve significar algo que não tenho idéia do que seja) foi feito por A. R. Rahman, simplesmente um dos maiores compositores do cinema indiano. Achei muito bem feito e não pára de tocar no meu Ipobre. Se quiser ver a versão original da música, se joga. Saroja Devi foi uma das mulheres indianas mais bonitas da época e dança bem a valer.

Aliás, eu adoro o idioma tâmil. :) Acho muito mais bonitinho que hindi, urdu, punjabi e toda essa coleção de línguas indo-asiáticas, humpf!

4. Prime Time of Your Life - Daftpunk

Foi o show que perdi que mais me odiei por não ter ido. É Queen no céu e Daftpunk na terra. Adoro. E não páro de ouvir essa aí. Aliás, quem vai ao Creamfields Festival em BsAs? Bichas do meu Brasil-il, vambora!

5. Come Into my World - Kylie Minogue - remix by Fischerspooner

Afff, em homenagem ao Kadu: a maravilhosa "Come Into My World" remixada pelo maravilhoso Fischerspooner. Ah vá, né?



Escrito por Turca Sofistinha às 22h28
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]

 

ah!libanezza!




BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, HIGIENOPOLIS, Mulher, de 20 a 25 anos, English, Italian, Viagens, Livros, Fotografia


    

www.flickr.com
This is a Flickr badge showing public photos from karinabu. Make your own badge here.

[ moody me ]


[ adoro ]
 23a. Idade
 3 Amiguinhos
 40 Graus Celsius
 Airline Meals
 Al Jazeera
 Ah, tá bom então!
 Bat Biscate
 Brasilsky Komsomolets
 Cabeça Errada
 Caboclo Sem Dente
 Carioca Virtual
 Ciência em Dia
 El Cronopio
 Historinha
 Daniel Becher
 Dusko Du Swami
 Dawn
 Indi(a)gestão
 Introspecthive
 É tudo puta!
 Fazendo a Mendiga
 Irea
 Estrupixels
 Jet Site
 Just Juste
 Fabriquinha de Clássicas
 Karinissima
 Flies in the Marketplace
 Lux-Religare
 Lonely Planet
 Lady Metal
 Gongados
 Madame Gongadera
 Made in Brazil
 Meu Ouvido Não é Penico!
 No Armário da Cá
 Pensar Enlouquece
 Perez Hilton
 Pururuque-se
 Que Pressão é Essa?
 Querido Leitor
 Sajid and Zeeshan
 Santos no Inferno
 Sedotec
 Seung Ju
 Sarajane
 Shoe Me!
 Sorry Periferia
 Stonned Bunny
 Strange Maps
 Technicolor Kitchen
 Te dou um dado?
 Tony Góes
 Modellón
 Tudo Pode Virar Crônica
 Uma Questão de... (Angola)
 Uniform Freak
 Viaje na Viagem
 Yalla!
 Oh Pakistan!
 Yuppie Guy



[ adote, doe ]
3 Amiguinhos
Anjos para Adocao
Jardim dos Amiguinhos
Jardim dos Amiguinhos - flog
Kantinho dos Peludos Novidades Bichos
Quero um bicho!
Vamos Ajudar!
Vittorio!







My 43 Places

[ brazzies overseas ]

23a. Idade
Astarojna
Balzakiana
Farofa na Neve
Meu Cantinho
No Armario da C?
O Imigrante ? um Forte
Pensamentos e Poesias
Shanghai Pudong - GRU

 


[ fun ]

Alan Sieber
Caco Galhardo
Camilla Eriksson
Kibe Loco
Maitena
N?quel Nausea
Radicci
Sarajane Fotonovelas
Sherman's Lagoon
The Far Side


[ fratelli d'Italia ]

Blob of the Blogs
Diario di Periferia
Grazie, Silvio
Il Tao del Blog
Momoblog
Se me lo Dicevi Prima
Silvio Berlusconi
Uiall?ll?
Voglia di Terra
Zoomata


[ links ]

Aria Database
Bayerische Staatsoper
Dawn
Fodor's
Footprint
Frommer's
Geoeconomy
Lonely Planet
Panrotas
Plastic.com
Reporters Without Borders
Robert Fisk
Rough Guides
World Newspapers
World Press Review
The Opera Critic
Trek Lens
Tripmates
World is Round



 



[ once upon a time ]

- 01/07/2008 a 31/07/2008
- 01/06/2008 a 30/06/2008
- 01/05/2008 a 31/05/2008
- 01/04/2008 a 30/04/2008
- 01/03/2008 a 31/03/2008
- 01/02/2008 a 29/02/2008
- 01/01/2008 a 31/01/2008
- 01/12/2007 a 31/12/2007
- 01/11/2007 a 30/11/2007
- 01/10/2007 a 31/10/2007
- 01/09/2007 a 30/09/2007
- 01/08/2007 a 31/08/2007
- 01/07/2007 a 31/07/2007
- 01/06/2007 a 30/06/2007
- 01/05/2007 a 31/05/2007
- 01/04/2007 a 30/04/2007
- 01/03/2007 a 31/03/2007
- 01/02/2007 a 28/02/2007
- 01/01/2007 a 31/01/2007
- 01/12/2006 a 31/12/2006
- 01/11/2006 a 30/11/2006
- 01/10/2006 a 31/10/2006
- 01/09/2006 a 30/09/2006
- 01/08/2006 a 31/08/2006
- 01/07/2006 a 31/07/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/03/2006 a 31/03/2006
- 01/02/2006 a 28/02/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/12/2005 a 31/12/2005
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/07/2005 a 31/07/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 31/03/2005
- 01/02/2005 a 28/02/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004
- 01/11/2004 a 30/11/2004
- 01/10/2004 a 31/10/2004
- 01/09/2004 a 30/09/2004
- 01/08/2004 a 31/08/2004
- 01/07/2004 a 31/07/2004
- 01/06/2004 a 30/06/2004
- 01/05/2004 a 31/05/2004
- 01/04/2004 a 30/04/2004
- 01/03/2004 a 31/03/2004
- 01/02/2004 a 29/02/2004
- 01/01/2004 a 31/01/2004
- 01/12/2003 a 31/12/2003
- 01/11/2003 a 30/11/2003
- 01/10/2003 a 31/10/2003
- 01/09/2003 a 30/09/2003
- 01/08/2003 a 31/08/2003
- 01/07/2003 a 31/07/2003
- 01/06/2003 a 30/06/2003
- 01/05/2003 a 31/05/2003