a título de curiosidade, enquanto ser humano, vou estar explicando

Quem já se perguntou "Bubby, wtf...???":

Bubbles. And Bubby.



Escrito por Turca Sofistinha às 21h20
[ ] [ envie esta mensagem ]


off

Zentchi, bom final de semana pra você amiga dona de casa & ratinhos turcos afins. Vou pro lado do mar relaxar fazer a Iemanjá e morrer de inveja do Bubby que está indo pra Malásia - e preciso pensar no que vou pedir de presente. Tá fodido quem for comigo no carro porque vou ouvindo Atif Aslam descendo a serra. Atif cuma?

Isso aqui, bee. Música pop do Paquistão pra fazer a Jade e Princesa Jasmine na baixada. O remix é meio "Love's in the Air" bem pobrinho, mas zentzi, dá um desconto, o PIB deles é "menas" que o nosso.

Atif me deixa babadinha.



Escrito por Turca Sofistinha às 21h12
[ ] [ envie esta mensagem ]


Tio Hazem, colei na prova porque os judeus destruíram minha casa e não pude encontrar meu caderninho!

Hamas e Fatah brigando. Que se matem os dois. Meu lado libanês tem pezinho na Palestina, mas vamos combinar que essa turcaiada lôca do kibe cru já cruzou o limite do bom senso há eras glaciais. Não sou pró-Israel de jeito nenhum, mas também não sou a favor dessa putaria de "resistência islâmica" que promove a carnificina contra inocentes israelenses e ainda transforma o suicídio em algo heróico.

Sinceramente, esses turcos me cansam e eu há tempos já desisti desse caos político. Quero que enfiem o Hizbollah no cu dos sírios. O Islam jamais pregou que cristãos e judeus são mais coprólitos dos que os muçulmanos. Mas essa religião da violência que eles criaram e chamam de Islam é como pegar um potinho de merda e jogar num Quran aberto.

Não que eu seja politicamente correta demais. Mas tenho vergonha danada de associar meu background com essa fábrica de gente pilha de "nelvos" e bombinha de odinhos. Tsc, tsc, tsc. Dou nota zero para anti-semitismo.

Mas tenho que dar Troféu Joínha  para essa super produção palestina que mostra o Mickey paraguaio, o Farfur, pregando mensagens chistosamente imbecis para criancinhas hiper neuróticas de nariz grande e bigodão igual ao da mamãe.

"Tio Hazem, eu colei na prova porque os judeus destruíram minha casa e não pude encontrar meu caderninho!"

Gente, isso é uma ironia, tá? Antes que não consigam unir o Tico com o Teco e realmente achem que sou anti-semita - o termo mais contraditório para árabes, já que somos semitões ourselves.



Escrito por Turca Sofistinha às 20h32
[ ] [ envie esta mensagem ]


Enquanto isso, no Libanequistão...

Que dureza...



Escrito por Turca Sofistinha às 00h36
[ ] [ envie esta mensagem ]


:(

Alguém sabe se isso é verdade? Alguém que seja boêmio da região da Paulista, estudante ou ex-tudante da Cásper, do Objetivo, da UNIP (lero lero) ou trabalhe ali na região do Prainha, Café Creme:

 Data: Thu, 28 Jun 2007 17:32:24 -0300 (ART)
 Assunto: Morreu o Armando, dos bonequinhos pornôs
 ----- Original Message -----  
 Sent: Thursday, June 28, 2007 4:40 PM
 Subject: morre vendedor dos bonequinhos narigudos'

Meninos, acabei de saber que o S. Armando, aquele cara que vendia  bonequinhos narigudos perto da Cásper, morreu nesta madrugada.

Foi às 06h30 da manhã, quando ele, supostamente, voltava para a casa depois  do trabalho. Sentindo-se mal, S. Armando foi a um hospital público, mas não  conseguiu atendimento e morreu.

Poxa. Estou realmente triste. :( Aquele era o cara mais comédia que conheci na região, nos divertíamos com ele durante minha vida de boemia jornalística. Lembro da minha colação de grau. Uma amiga comprou um burrinho muito fofo e eu fiquei com um ET com pinto. E sempre o cobrava pelo bonequinho do Zé Celso - que eu queria pra fazer vodu.

:(

Se for verdade, estou muito triste mesmo e que a alma dele fique em paz. Se for hoax, vão tomar no cu porque me caguei de chorar.



Escrito por Turca Sofistinha às 22h36
[ ] [ envie esta mensagem ]


Esses Árabes.

Já estão construindo a Burj Dubai em Dubai (ah jura pensei que fosse em Abu Dabhi) que será maior que as Torres Petronas na Malásia e mais aquela outra espigona em algum desses lugares chinglings aí. Não vão divulgar o tamanho da Burj Dubai para que não construam maior. E, agora, querem construir uma réplica da Torre Eiffel com 20 metros maior do que a original.

O que me faz pensar: esses carrões, essa neurose, esses prédios megalomaníacos... Acho que esses sheikhs tem tudo pinto pequeno.

Né?

Pra celebrar a neurose árabe, pulemos o muro com a divertida "Joaquim balança a meia":



Escrito por Turca Sofistinha às 10h19
[ ] [ envie esta mensagem ]


Música, Imeem!

Hoje, à mesa de um restaurante chileno com meu good ol' fella Bibes, falávamos de blog. Sim, porque Bibes é o webmaster do Sorry Periferia e descobriu essa deliciosa ferramenta chamada "imeem" que, nas palavras do moço, tem tudo o que o Orkut não tem e deveria ter. E ele me deu a dica deste site pra colocar música no blógue. Agora vocês me agüentem.

Pobre das minhas listas de mp3: que desde aquele lounge super Ibiza ao eletrônico mais parisiense descoladinho que minha amiga bicha de Paris me passou, está sapecado do Wando, Ray Conniff e Tiririca.

E beeeeeeeeeeeeechas, vamos relaxar porque comecei a ovular com todo esse bafón uó aqui em casamia. Libanesa in da house dá a dica do hit de hoje! Vamos requebrar com Falcão e seu sensacional hit "O Movimento está Parado". Tirem as crianças da sala, chamem os amigos e vamos fazer a Jane Fonda:



Escrito por Turca Sofistinha às 23h47
[ ] [ envie esta mensagem ]


Obrigada, queridos leitores.

Obrigada pelas mensagens. Às vezes tenho vontade de parar de escrever porque as pessoas não entendem minha ironia, que não entendem meu alter ego Karen Walker. Que este blog é um mero sítio de relevância 2 no page rank do Google, só mais um entre milhares de outros. Mas bah, toda vez que penso em parar... Lembro que tenho leitores de qualidade, gente querida, leitores que viraram amigos (ou algo mais hehehe), leitores que viraram melhores amigos. E muitas risadas.

Realmente, alguns comentários realmente me chateiam (Roberta, não estou falando do seu, eu entendi e eu te amo, você sabe, let's hug and make up please, babe). Achava que era meio óbvio que a galhofa politicamente incorreta era superficial. Que não sou uma patricinha rica e metida que vive pra espinafrar a miséria alheia. Mas que vou uma classe média fodida que paga tudo em mil prestações mas manja da art de vivre com muito savoir faire e é feliz assim. Porque já passei por muito aperto com a turca mãe que sempre tirou de letra que e me ensinou que tudo que passamos nos dá uma lição e uma certa dose de força - que cabe a nós saber direcioná-la. E se tem alguém que é foda, que eu amo de loucura, que é minha inspiração de vida, esta pessoa é a minha mãe. E ainda bem que ela é professora, que isso não é exclusivo da casa das Bu.

Espero que fique claro, também, que esta libanesa é muito ficional. Embora eu escreva o que quero, sou uma simples Karina que adora comer coxinha, que torce pro Santos, que trabalha e se endivida, que tem cartão da Renner mas faz economia pra garantir a make da MAC, que sonha com o Casaquistão mas se diverte a beça na baixada santista. Sou a Karina que adora ficar em casa vendo Discovery e Nat Geo, a menininha nerd que tem bonequinhos e blog dos Cavaleiros do Zodíaco, que já foi em evento anime e que tem medo de disco voador. A Karina que tem um Mega Drive no quarto, que suspira pensando nos vilarejos do norte do Paquistão e que é louca por paçoca e chá. Aquela que tem uma amizade especial com a mãe. A que ama cozinhar pra namorado. E que briga por família, amor, amigos, poodle, labradoodle, pátria e papagaio. Que é bairrista, tem sotaque e fala muito palavrão.

E, sim, sou a libanesa mais italiana do mundo. Apesar do Busão do nome, aqui em casa se falou muito do idioma da Cicciolina por conta das duas mulheres mediterrâneas da minha vida: Bu-mãe e Bu-vó, uma Gianniníssima que deixou o vô turco a falar árabe sozinho. Pois, como diz a minha amiga Mari, as mulheres mediterrâneas são fortes e nunca saem de casa sem um casaquinho.

Nem tudo o que "chacoaia" cai, nem todo clichê é justificável e nem tudo o que escrevo deve ser levado a ferro e fogo. Aliás, um pouquinho de vergonhinha alheia por ter que explicar por A+B que B+A que falo aqui não significa porra nenhuma.

Obrigada por terem sempre me lido e, mamãe, sorry pelo chiste escroto como nós duas, mas obrigada por ter me tido!



Escrito por Turca Sofistinha às 22h51
[ ] [ envie esta mensagem ]


Tá?

Mensagenzinha para os politicamente corretos: a tia libanesa aqui já foi pobre. Esta turca que vos escreve é filha de mãe, apenas. Porque meu pai nos abandonou quando eu tinha 2 anos e minha mãe me criou sozinha nos anos 80, naquela puta inflação, tá? Já passamos muitas dificuldades financeiras e nem por isso passamos a mão em nossa própria cabeça com essa tal de auto-piedade e evolução movida a inércia. Minha mãe, que já foi CEO de alto padrão, já vendeu muito chocolate e roupa pra ganhar dinheiro.

Desculpe-me se você é um pobre cagado que não consegue evoluir. Desculpe-me, também, se você estudou em um colégio público e não teve iniciativa de estudar por conta própria. Já estudei em colégio público e sempre procurei conhecimento sozinha. Lembro muito bem dos meus amigos pobres fazendo galhofa porque eu passava o recreio lendo Rousseau. Sempre tive interesse em história e geografia, aprendi a falar inglês sozinha, corri atrás de bolsa para estudar francês e abri mão de estudar em colégio particular para estudar alemão. Só viajei com 19 anos porque minha mãe e avó torraram os cofrinhos para que eu conhecesse um pouco mais do mundo. Porque se você acha que viagem não é conhecimento, vai de CVC mesmo!

Tudo o que eu consegui foi graças ao esforço da minha mãe que foi pobre por muito tempo e ralou muito pra me educar enquanto meu pai corria o Brasil atrás de mulher e fazendo filho pra abandonar e processar logo após. Já tivemos cortina feita de jornal, já tive muita Barbie paraguaia e muito Le Cheval na vida. E não troco nenhum desses momentos maravilhosos que minha turca me deu por nada. Éramos felizes, sabíamos ser felizes. Lembro quando ela me levava pro restaurante no Hotel Atlântico, uma vez por mês, lá em Santos. Fodidinhas mas sempre dando um jeito de fazer upgrade e arrotar foie gras.

Se vocês não conseguem entender a ironia do politicamente incorreto, não sou eu que vou educar vocês. Vão fazer a bicha pobre sem cartilha fora do meu blog. Eu já fui muito fodidinha e não estou aqui para pedir desculpa ao MUNDO por ter evoluído.

Freddie Mercury nasceu pobre, feio, dentuço e cagado em Zanzibar. O primeiro lugar do ENAD é caixa no Wal Mart. Minha mãe já pastou muito na vida me criando sozinha nessa sociedade paternalista. Se um metalúrgico analfabeto débil-mental vira presidente... E se você não consegue, não venha aqui me odiar porque os outros conseguem.

Minha mãe me ensinou a evoluir, a andar pra frente. Porque a vida é muito curta pra tomar Caracu ao invés de Stella Artois. Porque é o chute na bunda que nos empurra pra frente. E do colégio público entrei direto na Cásper Líbero, sem me justificar por não ter feito Dante ou Porto Seguro.

Só tenho duas palavras para bradas a plenos pulmões para alguns de vocês: Sorry, periferia!



Escrito por Turca Sofistinha às 18h58
[ ] [ envie esta mensagem ]


Hoje, no Datena, um popular manda a seguinte mensagem de texto:

"(...) e esse filhinho de papai não pode ficar em puni!"

Vejam só o lado pândego da exclusão social e falta de educação do povo. Eu achei bem gozado.

Tá, sou escrota.



Escrito por Turca Sofistinha às 18h24
[ ] [ envie esta mensagem ]


Presente do Deus de Israel

Opa, não me gonguem. Foi ele quem cantou com toda sua sonoridade Inri Cristo:

Boa semana, bees!



Escrito por Turca Sofistinha às 23h19
[ ] [ envie esta mensagem ]


Mágoa.

Não sou um ser assim tão social. Se a balada é viada, bee, eu me jogo. Até porque não levo cônjuge pra balada, não suporto a idéia de conhecer gente na buátch e vou mesmo é para dançar e curtir meus amigos.

Quando vou para uma balada que não seja música de bicha ou salsa, não sei me soltar. Samba, samba rock, pagode, Tim Maia, baladinhas rockabilly: ugh ugh ugh. Não sei dançar isso, me sinto uma Coisinha de Jesus tentando dar dois passinhos para não parecer a chata.

Odeio mina de balada hetero que joga sinuca na balada e fuma cigarro que nem caminhoneiro. Odeio tiozinhos que ficam muito loucos e começam a ciscar pro seu lado. Odeio amigos mais alegres que dão beliscão na sua bunda - porra, eu sou grossa, imagina o tamanho da cortada. Odeio homem que não sai do armário e quer te convencer que é muito sensual.

Enfim, se não é aniversário de um puta amigo, não me convidem pro bar Brahma (aaah gente eu amo a Rej, mas a escolha musical dela é o meu inferno) porque eu ODEIO samba, música popular brasileira (com exceções), forrós, rockabillys e outras modinhas hetero. Pra começar, ODEIO balada. Salvo minhas buátchs para ir com minhas ameegas.

"Ah, mas lá toca Demônios na quinta" - foda-se, se é pra ouvir lerê, tenho vários CDs do Amado Batista.

Pra arrematar: roubaram meu celular.

Tô com o caboclo to Teatro Mars em mim. Já que roubaram meu V3, que enfiem no cu e liguem o vibracall. Só apaguem minhas fotos no Paquistão e buáááááááá, que vontade de chorar. :(



Escrito por Turca Sofistinha às 10h49
[ ] [ envie esta mensagem ]


Arrasa no Taj!

Tô viciada em ver vídeos de viagens no Youtchúbio. Kkkkk. Demorou para que eu faça a louca mágoa portenha. Mas zentchi... Vejam só esse brasileiro:

É por isso que eu amo o Brasil.



Escrito por Turca Sofistinha às 09h40
[ ] [ envie esta mensagem ]


Voa, voa aviãozinho...

Zentchi, amanhã eu não vou relaxar e gozar como sugeriu a ex-prefeita mãe do Supla. Mas vou curtir muito o vídeo do menino Jonatas em Porto Seguro. Zentchi... Façou ou não faço meu vídeo "libaneusa mágoa portenha"? E por falar em mágoa... Boa sorte para nossos colegas nos aeroportos desse meu Brasil-il-il.

Que eu chegue bela em Récife no reveillón. Vou sim, porque não vou de CVC... Vou com o Bándson, o melhor agente de viagens do mundo. :)



Escrito por Turca Sofistinha às 21h18
[ ] [ envie esta mensagem ]


Eu IA pra Buenos Aires. Cês são zoiuido bacarai, hein? Minha mãe teve uma crise renal e cancelamos a viagem. Que o caboclo do Beto Carreio continue a rogar por vós que tem inveja da minha cara de egípcia com Prada. Bleeeeeeeergh, vão tudo pra Camboriú com a CVC!

E não esqueçam a tapué pra fazer a boca livre compensar, pobraiada!



Escrito por Turca Sofistinha às 15h48
[ ] [ envie esta mensagem ]


Hasta la vista, baby!

Este final de semana eu vou borboletar para __________ com a turca-mãe.

Verás que todo es mentira
Verás que nada es amor
Que al mundo nada le importa
Yira, yira...
Aunque te quiebre la vida
Aunque te muerda un dolor
No esperes nunca una mano
Ni una ayuda ni un favor.

E aqui a versão do Iglesias - que me deixa todababadaaaaa.



Escrito por Turca Sofistinha às 22h53
[ ] [ envie esta mensagem ]


New Fudges

- Ô Creide...

- Fala Neusa.

- Tava pensando nas féria de julho, já que as quiança vão viajá cos primo pra Porto Seguro... Creide, vamos pra Caldas Novas?

- Ai Neusa você leu meus pensamento. Eu vi um pacote por 20 x de 180 reais lá naquela uperadôra, ai Neusa, vamos realizá nosso sonho de ir pra Caldas Novas.

- Poxa Creide, mas 20 veiz de 180 é di graça.

- E o melhor é que a Valdinice e o Krébi já fizeram a mesma viage. Foram de ônibusu. É tão divertido.

- Mas que Krebi, Neusa?

- O Krebi do banco. Aquele que é gerente lá em Itapicirica. Marido da Valdinice, aquela que faz aquelas coisa linda no biscuit.

- Aaaah, a Valdinice. Menina, eu tenho dois íma de geladêra lindos. É um anjo do signo de gêmelos e outro de capricorno.

- Pena que as menina não pode ir com nóis.

- Ah Neusa, a Kelly Krystina e a Karina Vanessa vão realizar o sonho de ir pra Porto Seguro cos primo.

- Aqueles que tem banda de Axé, Creide?

- Isso, Neusa. Eu até paguei escova de formó pras menina. Vão arrasá.

- Mas óia, Creide. Não vai contá pra Das Dor que a gente vai viajá. Cê sabe como ela é, veve fazendo fofoca e veve gorando os plano dos zotro.



Escrito por Turca Sofistinha às 09h28
[ ] [ envie esta mensagem ]


Libanesatur

Estava no Shopping Higienópolis ontem de tarde (no horário de almoço do trabalho, quem dera eu fosse uma perua desocupada) quando passei pela porta daquela mega operadora de turismo alegria dos pobres que não vou citar o nome mas começa com C e termina com C, tendo apenas uma letinha que, no alfabeto português, vem depois do U e rima com "cecê". Conhece?

Pois é. Não resisti e peguei um caderninho de promoções para folhear todos aqueles destinos para onde jamais irei em minhas férias. Nada como um pacote de Betto Carreiro World, Caldas Novas e Serras Gaúchas para ajudar aquele cocozinho magoado. We never know, né, amigas?

Folheando o catálogo de opções dou de cara com o seguinte pacote de viagem: Serras Gaúchas. Ok. Até aí nada errado. Gramado é uma cidadezinha-inha bonitinha-inha com uma classe média bem mais bonita do que a de Campos do Jordão. Você enche o rabo de carboidratos, gorduras e vinho Miolo (ugh ugh ugh), compra umas malhinhas bem cara de "ganhei da vó" e, se der tempo, ainda pega um show de chula no Galpão Gaúcho lá em Porto Alegre antes do seu vôo. Eu toparia a indiada se estivesse muito dura e esta fosse uma pechincha de 300 reá o pacote todo. Mas não é. Não vou citar o valor exato, mas fica na casa dos R$ 1.800 e ainda é RODOVIÁRIO.

Hahahahahahahahahaha. Teria que estar lôca da buceta total descontrol para jogar meu rico dinheirinho numa viagem rodoviária. Tenho certeza que muitos brasileiros que reclamam em não ter grana pra viajar "pro estrangeiro" (pet peeves totais com gente que fala assim), mas entrocham R$ 1.800 no cu de uma operadora de turismo mega popular.

Não, meu amor, ninguém vai pra Disney com R$1800 (se bem que há pacotes com aéreo e terrestre por USD 1200 em baixa temporada e você pode realizar seu sonho por uma diferença nem tão absurda)!!! Mas faça as contas: uma passagem ida e volta para Buenos Aires fica em cerca de USD 300 se comprada com antecedência na Aerolineas, Lufthansa, Varig, Gol, Lan Argentina. Um hotel decente, limpo e central fica por 50 doletinhas por pessoa em apartamento duplo. E passa-se uma semana na capital argentina por menos de R$ 1800.

Então você decide passar um final de semana em Monte Verde. E se depara com R$ 200, no mínimo, por uma diária num hotel legalzinho e bonito. Sem falar que os preços na cidade estão super inflacionados e você vai pagar muito caro por um mero fondue. Duzentos reais vezes três dá seiscentos reais. Você pode torrar esta grana pagando a passagem pra Buenos Aires à vista ou pagando o terreste e salvando dinheiro para gastar lá: a comida é baratíssima e o peso é desvalorizado em relação ao Real. A passagem você parcela no cartão da Gol ou aceita as condições das outras companhias aéreas.

Ok, para quê se endividar alguns meses no cartão, né? Como é que você vai comprar seu Nike Shox? É melhor ir pra Caldas Novas, mesmo.

Está aí a diferença entre complexo de pobre e gastar seu dinheiro phynnamente. Jettany, cut to me: fazer a fina tomando um vinhozinho em Puerto Madero com uma carnezinha deliciosa e muita fartura por menos de 10 dólares ou um café colonial com aquela gente gorda de malhinha artesanal pagando um absurdo para comer cuca com geléia e uma bela orgia de calorias? Deus abençoe minha calça skinny. :) Neahn, linda?



Escrito por Turca Sofistinha às 18h30
[ ] [ envie esta mensagem ]


Teleton

Venho por aqui reclamar o calote que minha mãe levou do Teleton. Ela doou o montante exato para ganhar o brinde e estamos até hoje esperando o bonequinho.

Tadinha da turca. Devo comprar uma boneca da Clarinha pra compensá-la?



Escrito por Turca Sofistinha às 11h29
[ ] [ envie esta mensagem ]


Gente, eu já fui metaleira - abafa. Já peguei piolho no cabelón no show do Napalm Death (imaginem que público phynno). Já fui ao backstage do Iron Maiden e passo mal da hérnia ao ouvir Saxon até hoje. Mas não creio que deixei passar isso em branco:

Brujeria. Achava muito tosco e nojento. Mas agora que sou uma patty libaneusa limpinha me dou o direito de rir da tosquice sensacional dos hermanos. Bendito e-mule!



Escrito por Turca Sofistinha às 10h28
[ ] [ envie esta mensagem ]


Para quem precisa de um guia espiritual:

Thanks, Bibes.



Escrito por Turca Sofistinha às 08h53
[ ] [ envie esta mensagem ]


Quis fazer cosplay de menino maluquinho e se fodeu.

Vejam esta notícia. Quis dar de menino maluquinho mas eu digo que um baita menino autistinha.



Escrito por Turca Sofistinha às 20h43
[ ] [ envie esta mensagem ]


Meme do Pulga

Adoro participar de memes - uma vez que o tico e teco conseguiram "capiscar" o que era isso. E no meme do blog dele, devo citar alguns blogs que me fazem rir a valer. Antes de citar a lista dos meus favoritos, devo agradecer de coração ao Pulga - pois fiquei lisonjeada master com seus elogios. :) Na verdade esta é uma tarefa difícil pois eu dou risada com muitos blogs, blogs de leitores e até mesmo com meus leitores com observações fantásticas sobre lagartixas paquistanesas obesas e os que são fodidamente fodidos para deixar comentários foda, né, Valmir?

 Meu primeiro blog favorito é o moribundo quase-finado Silvio Berlusconi. Um blog de um italiano desocupado que postava como se fosse o ex-dono da Itália. Para quem entende italiano e se divertia com a política italiana na época deste glutão de catotas de nariz.

 Não menos paesana e escrachada, não posso deixar de citar dona Dri Spaca. Um dia eu chego lá. E não deixem de ver os vídeos de sua última viagem. :)

 O Finado Dip 'n Links que virou Bat Biscate. O blogueiro Caito parou para continuar outro, mas o arquivo do Dip 'n Links é qualquer coisa de sensacional. Se joga nos arquivos.

 E do meu amigo Vives, o delicioso Sorry Periferia. Humor ácido do meu colega de faculdade e fellow journalist. Amigo de Cásper, amigo de cervejada e pizzas da Papa Genovese ao lado do Parmera, bello. Belos ensaios sobre a Bolívia e seu presidente - aquele indião bobo que tem mais é que tomar no cu.

 Indi(a)gestão da minha amiga San San. Sandra é uma mulher hilária que conheci em Sampa. Prometi visita-la em Delhi, uma vez que estava na vizinha Islamabad. Leia o blog e entenda porque.

Não poderia deixar de citar meus 5 blogs de visitação diária com historinha entre cada um deles que já citei no último meme. Pois me mijo de rir com estes 5. Para quem não leu, um repeteco:

Estrupixels - Blog do Carlos, o melhor amigo da Libanesa. Conheci o menino Carlos através do meu blog quando um dos pais da Sarajane entrou em meu blog para fuçar minha neurose no Canadá (nos arquivos: janeiro a março de 2005). Ficamos amigos, eu o adicionei no MSN, dei uma cantada, levei o gongo e descobrimos que éramos vizinhos (e mesmo assim nos visitamos de carro, que cousa). O resto é brilho e magia. Que não parou por aí pois através dele conheci o...

Bat Biscate - ... Caio. Um dos meninos mais bonitinhos que já vi na vida. Tão quietinho e tão filha-da-putinha ácido como Carlos e moi. Paixão à primeira vista, não vivo sem os posts ácidos do mocinho cosmopolita que me faz rir com uma facilidade extrema e está me deixando doida de saudades. Mas não foi o único do leque, depois dele conheci o...

Gongados - ... Creiço. Quando o vi pela primeira vez pensei "que diabos de criatura blasé". E é justamente isso que eu adoro nele. Porque gentinha assim tende a se juntar, e ele está na lista das pessoas que mais gosto na minha vida. Ele é uma delícia, ponto. E pelo blog do Creiço eu cheguei ao...

Cabeça Errada - ... Ants. Phyno com PH de Phelyppy. Kkkk. Adoro. Nos já nos conhecíamos, dizia o Creiço. Nos vimos numas festinhas no apartamento do próprio. Mas não tínhamos fixado olhares e destilado veneninho - até porque eu sou tão chata que não presto muito a atenção nos que não conheço... E alguns dizem que isso é ser esnobe, ó raios. Caí no blog dele ao ler os comentários deliciosos no "Gongados". Adorei, apaixonei. Nos conhecemos e até hoje o Creiço acha um absurdo e diz que somos muito falsos, pois nos conhecíamos antes. Bem, nem tanto, né? E pelos mesmos comentários no blog do Creiço (adoro o social networking de lá, você não, Jettany?) cheguei até esta criatura...

Lady Metal - Lady Metal, que não conheço pessoalmente e nem sei o nome. Nunca vi mais gorda e nem sei se um dia cruzarei com a supracitada brasileira em algum ponto do planeta. "Que fulana mais mal-humorada, G-sus, cruuuzes... Adoreeeei!" pensei. Voltei, voltei, voltei... Li boa parte do arquivo e me diverti em saber que não sou a única pessoa com preguiça do mundo (entendem?). E agora eu sei o que é um bunat, tá, phynna? Obrigada por me manter informada sobre o Eurovision, adoro essa putaria cafona!!!



Escrito por Turca Sofistinha às 17h46
[ ] [ envie esta mensagem ]


Cumbia

Arrasem, latinas! Alguém me explica o que é esse brilho que brota da xóca da loura?



Escrito por Turca Sofistinha às 20h15
[ ] [ envie esta mensagem ]


Phynnamente surripiado do blog do Kadu-odiador-de-poodles, tinha que postar o motivo d'eu ter me cagado de rir.

Mini-bee para Talentos Brilhantes.

E o meu turcão ainda solta que a criançinha deve ser sudanesa porque, além de tudo, tá cheio de narguilé em cima do armário - hun, how do you come up with such ideas? I love you, Happy Valentines Day my Bubby!



Escrito por Turca Sofistinha às 12h20
[ ] [ envie esta mensagem ]


Mágoa de Second Life

Meu PC não roda essa modinha besta de Second Life. Mágoa. Fiquei elaborando meu nome pro jogo durante uma tarde inteira e pá. Enfiem no cu. Eu não tenho Secong Life mas baixei coletâneas Putumayo a baciadas! Especialmente as latinas... Me sinto num comercial de cruzeiro no Caribe - daqueles bem Miami com maiô calção enorme, piña colada, um moreno calvo em blusa florida, crianças fazendo snorkeling, golfinhos, alegria e um naviozão de cruzeiro da CVC (ai que uó). Tcha tcha tcha... Tcha thca tcha... Me voy bailar la salsa y enfiar questa mierda de Second Life en lo cuzito, ay ay ay... (mágoa de portuñol).

Será que eu acho a Perla nesse sortimento todo? Acho luxo, Fernando.



Escrito por Turca Sofistinha às 22h48
[ ] [ envie esta mensagem ]


Bichas uó reclamando de gente feia e achando que a Parada deveria ser restrita para gays. Sim, eu concordo que vi muita gente feia... Mas barrar o aceso dos pobrinhos e ainda gongar a participação dos heteros é bem discriminatório. E depois vão ter ataques de odinho porque também sofrem discriminação. Ah, mundo nonsense, pessoas nonsense, bichas nonsense.



Escrito por Turca Sofistinha às 08h26
[ ] [ envie esta mensagem ]


Foto de Mercado Livre

E eu agüento foto de Pinscher com o pé da vó aparecendo? Como diz minha amiga Rejane finérrima de Hong Kong, "é gente sem fundamento".



Escrito por Turca Sofistinha às 08h15
[ ] [ envie esta mensagem ]


Minha primeira Parada Gay.

Querido diário,

Hoje visitei minha primeira Parada Gay. Meu marido não entendeu direito a graça que eu via em ir num "carnaval gay" e até me encheu o saco me questionando cazzo eu iria fazer lá. Mas como ele conhece minhas ameegas, não fez mais perguntas. Enfim. Entrei no meu quartcheenho e me montei. E me desmontei pensando como seria uó subir a Consolação naquele outfit. Coloquei uns vestidinhos e, no final, me joguei na calça + batinha + botcheenha baixa porque teria que andar pra caralho.

Saí de minha toca em Higienópolis com meu óculos todo-poderoso da Aldo. Subi a Consolação e peguei os melhores trios elétricos (obviamente o Fischerspooner viria apenas depois). E tive o prazer de encontrar meus amigos fofíssimos e continuei andando em rumo ao Conjunto Nacional para encontrar-me com meu grupinho.

Lição número 1 - Se você chega na parada após às 4 horas, afaste-se da Paulista e fique nos trios da Consolação. Porque a tardinha cai, a xepa fica... A quantidade de gente uó aumentava exponencialmente ao longo que me afastava... Fim-de-feira total. Sigam o fluxo e bye.

Lição número 2 - Desencane de usar óculos poderosos e levar a câmera digital: um amigo teve a máquina roubada. E, quando estávamos caminhando rumo ao trio do Fischerspooner, uma bichinha uó enfiou a mão na minha cabeça e arrancou meu óculos (!!!!!). Mas sou Libanesa com certeza e virei enfurecida e olhei bem pra cara da bichinha pobre que largou o meu óculos e disse que não foi ela. Meus amigos recuperaram my dearest sunglasses (foi barato mas são lindos) e um amigo hetero quase bateu na criatura. Ano que vem saio só com o documento e o dinheiro. Nada mais.

Lição número 3 - Vá de tênis. Comprei um par de botinhas lindinhas na Arezzo que pareciam tããão confortáveis e foderam meu pezinho. Se você é raxa, se joga no tênis porque não é bofe que você vai caçar ali. Ok, vi várias bichas se atracando com raxas. Mas achei deselegante, desesperado e uma verdadeira cooperativa de doenças como sapinho, boqueira e herpes. Ecows.

No mais, adorei. Ano que vem estarei bem cedo, de náique shóquis e um óculos bem feio para não me roubarem. E uma salva de palmas para as travas montadérrimas e maravilhosas que desceram a Paulista, a Consolação e all the way até o centro em seus saltos enormes.

E uma pena não termos conseguido juntar mais do que 3 milhões na Paulista. Sim, fico triste porque esses crentes que infernizam a vida alheia com homofobia e putices do tipo juntaram 4 milhões. Nada contra a religião (até porque sou religiosa, devota de São Francisco de Assis e filha de Allah)... Mas não foi Jesus himself que disse no fim dos tempos "muitos virão e falarão em meu nome"?

Hoje mesmo assisti um "Wife Swap" no People and Arts em que um casal do mesmo sexo trocava de "esposa" com uma família de evangélicos estadunidenses. E o pastor disse "homossexuais são pecadores e devem ser tratados como inferiores ou mesmo como leprosos".

Número 1: Que Cristianismo é esse e onde está escrito na Bíblia que devemos tratar um irmão desta forma? Desculpe, mas conheço beeem o Cristianismo e nunca ouvi falar dessa asneira.

Número 2: Tratar leprosos de forma inferior? Achei até engraçado de tão absurdo.

Número 3: É, dar o cu é pecado. Mas a gula também é e vejam quanta gente gorda nessa bosta de Estados Unidos!

Número 4: Desculpem pelo texto emotivo, desajustado e sem ritmo. Mas fico muito lôca da buceta sabendo que meu pais tá virando a República do Smilingüido.

E enfiem essa formiga no cu.



Escrito por Turca Sofistinha às 21h55
[ ] [ envie esta mensagem ]


Celebridades

Lucas Celebridade é modelo, cantor, locutor de rádio, showman etc. lá em Luzilândia, no Piauí. Um potencial fotojornalístico ímpar. Vejam as fotos do dia do meio ambiente. Gostou? Se jogue no ensaio sensual.

Agora dá licença que vou enrolar brigadeiro na laje, buneetcha.



Escrito por Turca Sofistinha às 09h36
[ ] [ envie esta mensagem ]


Feliz meio-quarto de século, bee.

Quinta-feira de Corpus Christi. Friozinho. Feriado no dia 7 de junho. Minha mãe, meu poodle Wewé, meu labradoodle Henry, meu papagaio Pacheco. A Maria, a Maria que esquece meu suco de laranja, ah, Maria! Dormir até as dez. Telefonemas, e-mails, visitas e scraps de amigos aqui de Sampa, meu primo lá em Aman (Jordânia), a familhança de Peshawar (Paquistão), o carinho da amiga no Japão, saber que verei meus amigos amanhã. Os amigos antigos que reaparecem e dão notícias. Dirigir com a amiga. Voltar ouvindo uma boa coletânea de mp3s so gay. Me dar um livro de não-ficção sobre terrorismo - meu lazer é bizarro, je sais. Comer uma coxinha na Santa Clara sem culpa ou medo de engordar na véspera. Passear pela Liberdade em horário comercial com motivo. Encontrar um tubinho de Pringles cebola e sour cream no meu criado-mudo. Trabalhar com as pessoas mais divertidas que conheço. Ter uma ótima escova progressiva que nunca falha. Um computador com e-mule e muitos downloads de coletâneas Putumayo. Curtir meu quarto, meus DVDs, minha caminha. Dirigir no caótico trânsito paulistano ouvindo Groove Armada e olhar pro céu e ver uma lua estupidamente linda e macabramente coberta por nuvens. Quase cortar um prego até perceber que é a lua, porra, e não um disco voador. As violetinhas na minha janela. Meu camelinho de pelúcia. A caixa do monitor que o labradoodle adotou como "casinha". E last, but never the least, meu marido preguiçoso que me dá motivos pra rir sozinha e ficar, assim, feliz.

Sim, essa é a minha felicidade. :) Estou tendo um ótimo aniversário e meu inferno astral se resumiu a uma diarréia nervosa e só. E, oras pois, ainda emagreci mais um quilo. Que chaaaaaaaaaaaato!!!

Tão feliz que nem esses Mackenzistas de merda que bebem e mijam na rua me incomodam. Vou mijar num saquinho e jogar da minha varanda. Mirando no mais almofadinha. Vão tomar no cu, porra. Tô feliz e não estraguem!



Escrito por Turca Sofistinha às 23h27
[ ] [ envie esta mensagem ]


Depois de uma girl's night com uma amissíssima de infância (que está magavilhosa com o new haircut), deixei a madame phynna em sua casa. Sim, casa. Num bairro tranqüilo em Sampa que a-do-ro. Mas, naquela escuridão, me questionei:

- Hun, você não tem medo de entrar sozinha em casa todos os dias?

- Ahhhn Karina, obrigada. Agora estou impressionada. O que foi que você viu? - perguntou a moça, já impressionada.

- Nah, não vi nada. Mas eu teria medo do "Cujo" e...

Ela fica realmente preocupada.

- Hun, vou deixar a porta do carro aberta e a luz acesa até você entrar em casa.

- Aaaah Karina, que fácil dizer. Você está no carro e não vai poder fazer nada se o Cujo me pegar... E...

Ela entra na casa. Vejo que está correndo. Somos amigas há anos e sempre fomos muito impressionadas. A ponto de não querermos ir sozinhas ao banheiro após falar de Boi Tatá.

You-know-who, eu te adoro.



Escrito por Turca Sofistinha às 23h11
[ ] [ envie esta mensagem ]


Que preguiça...



Escrito por Turca Sofistinha às 15h39
[ ] [ envie esta mensagem ]


Santa Sabedoria

Hoje, na Folha de S. Paulo, la Bündchen divaga sobre política americana (sorry, Noam Chomsky, kkk) e outras cositas más... E solta essa: 

FOLHA - O Brasil está discutindo muito o aborto ultimamente. Qual é a sua posição a respeito?
GISELE -
Sou a favor de a mulher fazer o que deseja de seu corpo. Fui a uma exposição em Nova York que mostrava o interior do corpo humano e também as fases da gravidez. Até quatro meses de gravidez, não existe quase nada. É como um grãozinho. Portanto, acho que a mulher deve ter direito de decidir o que é melhor. Se ela acha que não tem dinheiro ou condição emocional para criar uma criança, como pode dar à luz? É claro que a prevenção é a melhor coisa, mas existem situações que escapam ao controle.

Não estpu aqui para fazer discurso anti-aborto. Mas, porra... Um anticoncepcional decente custa menos que três cervejas em balada. Mas, ok, preciso lembrar de que estou no Brasil, um país onde pessoas querem soluções superfáceis para tudo. "Não existe quase nada, é como um grãozinho". Tal qual certos cérebros de modelo.

Ah vá, né?



Escrito por Turca Sofistinha às 08h59
[ ] [ envie esta mensagem ]


baseado em fatos reais

Era uma vez o primo do amigo do primo de um amigo meu. Este fulano (vamos chamá-lo de Ubiratan), um dia, viu-se envolto em uma terrível batida de carro. Seu Golf novinho havia sido atingido por um corcelzão laranja e é óbvio que o pobrão não estaria a fim de pagar a funilaria do carrinho novo do mauricinho. Lá em Londrina, pois é.

Após o "bang", Ubiratan saiu muitcho putcho de seu carro e iniciou-se a discussão acalorada regada a berros e palavrões. Ubiratan e o malandro do corcel discutiam a plenos pulmões no meio da rua sem notar uma senhora gordinha que carregava uma pequenina criança em seu colo.

Berros vão, ofensas vêm, os dois machos não notaram a presença da rechonchuda mocinha que havia parado para assistir o espetáculo da baixaria. Sim, ela poderia muito bem ignorar o fato e cuidar de seus pobrema simplesmente saindo dali... Mas vocês sabem como são essas gordinhas de vida vazia, dedinhos gordos e bracinhos suados com pulseirinhas finas de ouro e perolinha...

Enfim.

Lá pelas tantas a fofinha exclama indignada:

- Vocês não têm vergonha? Discutindo no meio da rua, que falta de respeito!

...

Imóveis os dois machos observam o discurso nonsense da rolhinha com um capeta em forma de guri nos braços.

- Vocês não vêem que eu tenho uma criança de colo comigo?

...

E Ubiratan responde com uma serenidade inédita nos últimos minutos:

- Minha senhora... Pegue esta criança e enfie no seu cu!


E tirem a lição que quiserem desta história. Fim.



Escrito por Turca Sofistinha às 21h46
[ ] [ envie esta mensagem ]


Menina - AI QUE LINDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

Libanesa - AI QUE NOJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!



Escrito por Turca Sofistinha às 21h35
[ ] [ envie esta mensagem ]


McCriança Infeliz

A Ceps me mandou isso...

04/06/2007 - 03h10

Dragão-de-komodo mata criança a mordidas em parque da Indonésia

Da Efe, em Jacarta
Da Folha Online

Um dragão-de-komodo, maior espécie de lagarto do mundo, matou com mordidas uma criança de nove anos no Parque Nacional da ilha indonésia de Komodo, informaram nesta segunda-feira fontes policiais.

O acidente ocorreu no sábado (2) no distrito de Manggarai Oriental, quando a criança, chamada Mansur, afastou-se para uma zona de arbustos e foi atacada pelo lagarto, que provocou ferimentos graves no menor.

Dragão-de-komodo abriga mais de 50 espécies de bactérias dentro de sua boca

O dragão-de-komodo não soltou sua "presa" até que várias pessoas chegassem ao local e o espantassem atirando pedras, informou a polícia.

A ilha não possui um centro médico e, por isso, a criança não pôde ser atendida e morreu pouco depois do ataque.

A mordida do dragão-de-komodo é mortal, não pela presença de algum veneno, mas porque sua boca é infestada de microorganismos. Cientistas já encontraram mais de 50 tipos diferentes tipos de bactérias na boca de um único dragão.

O dragão-de-komodo é uma espécie em risco de extinção, com menos de 4.000 exemplares vivos.

A espécie vive em apenas quatro ilhas indonésias: Komodo, Rinca, Gili Motang e Flores, no leste do país.

O réptil, que chega a medir 4 metros e a pesar 150 quilos, tem uma enorme mandíbula e é um caçador muito agressivo, embora os ataques a humanos não sejam freqüentes.


 Seria a seleção natural é um modo eficiente de eliminar pais estúpidos e irresponsáveis do mundo? Ah, enfiem a criança no cu.*

* Um dia eu conto este causo.



Escrito por Turca Sofistinha às 20h08
[ ] [ envie esta mensagem ]


McGorfo inFeliz

Saí do escritório LOUCA para comer um McDonalds. Passei no drive thru e peguei esse novo pepperoni sem me dar conta da carne de porco (tico brigou com teco, bee). No que eu experimentei o sanduíche... Bleeeeeeeeeeeeeeergh... Tive que abrir a porta do carro e... Bem...

Deixei o resto do sanduíche na caixinha e as batatinhas no saco e trouxe pros cachorros fazerem a festa. Kkkk, eles deixaram o peperoni. Ninguém aqui se atreveu a comer esse lixo atômico. E olha que o Wewé (o poodle mais lindo do mundo) é picky para comida... Só comeu o hamburguer, lambeu o cheddar e devorou os tomates. Sim, ele adora tomates. O Henry se jogou nas batatinhas e está com uma bunda enorme. Reaproximou-se do resto de pão com cheddar e as fatias de pepperoni. Levantou o beicinho mostrando os dentes. Eu sei, baby... Nojinho.

Preciso contar como nasceu um tomateiro do "nada" no meu jardim? É... Como dizia o Rei Leão, é o "ciclo da vida".



Escrito por Turca Sofistinha às 19h59
[ ] [ envie esta mensagem ]


Lazy Lazy Saturday Night

Vou dormir feliz. Amanhã é dia de Chapsae Doudo - uma sopa de carneiro do norte do Paquistão, saborosíssima. Para quem se interessa em novas receiteenhas: http://www.saudiaramcoworld.com/issue/200603/cooking.in.hunza.htm! Nada além de carneiro frito com cebola, um punhado de curcuma e faz-se a sopa. No final, o macarrão fresco. Deveria ser feito em casa, mas comprei massa fresca no Roma.

Dizem que os nativos de Hunza eram os mais saudáveis do mundo. Afinal, a lenda de Shangri-lá veio de lá. Digo, acreditam que a cidade era por ali. E não pude reclamar: me joguei no damasco, nas deliciosas sopas. E com este visual... Vá tomar no cu, não rola stress, né?



Escrito por Turca Sofistinha às 23h39
[ ] [ envie esta mensagem ]


E quem não fica toda babada com ele?

Até a Dalida...



Escrito por Turca Sofistinha às 20h55
[ ] [ envie esta mensagem ]


E pra matar as saudades...

Cinderella Baiana!

 



Escrito por Turca Sofistinha às 20h22
[ ] [ envie esta mensagem ]


Comprei um computador novo que veio com o LINUX instalado. Alguém sabe como faço para removê-lo? Preciso instalar meu XP alternativo... Estou muito triste, lôca da buceta, com raiva, arrancando cabelo, chutando gatos na rua.

Help! Não tenho sandalinha Azaléia para combinar com esse programa de inclusão digital.



Escrito por Turca Sofistinha às 19h44
[ ] [ envie esta mensagem ]


Buraco da Sara.

Gente, Buraco da Sara (um tradicionalíssimo restaurante de culinária judaica no Bom Retiro) virou "Bistrô da Sara". Está em alguma rua no Bom Retiro (procure no Google). O-k. O restaurante é claustrofóbico e agitado, tive que dar ums 10 "dá licença" para colocar a comida no meu prato e isso me irritou deveras, caráleo. Mas valeu a pena porque a comida é uma das melhores que já comi na vida: frango com gergelim, um risoto fantástico de abobrinha, tabule de frutas secas, um badejo de chorar e pierogi.

Ok, não era pierogi, era um troço de nome judaico tipo "verakimes" (sorry, judeus amigos, mas eu não capisco necas do idioma de vocês, me dêem um help) muito muito muito saboroso e igualzinho ao pierogi polonês. Que deve ter vindo da criação judaica dada à influência dos judeus na Polônia. Recomendo! Adorei e voltarei, voltarei, voltarei. Sem falar que a decoração é uma gracinha, um oásis no meio da cafonália coreana do Good Retire.

Agora... Falam que nós, os árabes, somos pão-duros pra cacete. Fama que os nossos irmãos judeus também levam. E eu pude comprovar... Pois pedi açúcar e me deram 1 saquinho para adoçar a limonada. Hahahaha. Tipe que pedir outro. Idem para o café. É, minha gente. Hoje é o açúcar, amanhã é a faixa de Gaza...

Nós, os árabes...

Sorry, amigos judeus, pelas piadinhas politicamente incorretas but I am what I am. Mas hei de reconhecer: meus amigos e conhecidos judeus são muito mais simpáticos e bem educados (e cultos bacarai) do que os true turcos que conheço. Como sou libanesa posso falar da minha própria raça...

Açougueiro, me dá meio quilo de carneiro sem osso?

Lá fui eu para o açougue Halal de São Paulo. Para comprar carne de carneiro sem osso para fazer sopa. Era a primeira da fila mas esperei 15 minutos no balcão porque 3 homens passaram na minha frente pra comprar carne pra fazer kibe. Uuuuuuh.

Não venha me dizer que a cultura islâmica é isso. Meu marido é muçulmano de alcorão e fitinha, idem para a família e mais aquele bando de malucos que habitam Peshawar. E nunca, nunca, NUNCA fui obrigada a ceder lugares aos homens em nenhum lugar do Paquistão. Ao contrário, tinha tratamento diferenciado por ser mulher e nunca pegava nenhuma fila, ficava com os melhores assentos em qualquer lugar e até ganhei upgrade para classe executiva em avião.

Então, porque diabos, what the fuck?

Porque, minha gente, mulher é "menas". Kkkk, meu primo líbio acredita piamente que não era capaz de pegar um taxi sozinha em Dubai. Daí a overdose que tive da minha própria raça. E não, antes que alguém venha me encher o saco do cu do saco não acredito em conceito de raças e foda-se a matéria da Veja, pra mim não é novidade. Falo raça no termo geral da coisa.

Enfim, tive que botar o pau na mesa (aliás, no balcão) e soltar a voz mais grossa para ser atendida. Lógico que fui super mal-tratada, afinal, lugar de libanesa é 4 passos atrás. Fui finalmente atendida por um brimo muito mal humorado que vociferou:

- Que carne de carneiro pra quê?

- Pra enfiar no seu cu que não é - pensei.

- Pra fazer sopa.

A carne foi empacotada e fui pagar. Ganhei um fantástico desconto de 1 real - gente, anotem isso, isso é realmente algo super especial para um ambiente essencialmente árabe. Mas veio com um pedacim de carne crua grudado na sacola e quase morri de nojo, kkkk. Acho que era um pouquinho de E.coli contra a turca de TPM.

Caráleos voadores de gelo e pau-brasil que me fodam. Fico decepcionada que a minha própria estirpe possa se mostrar tão xucra. E juro, isso não tem a ver com religião (antes que venham fazer comentários muito inteligentes sobre o Islam)... Bah.



Escrito por Turca Sofistinha às 18h47
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]

 

ah!libanezza!




BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, HIGIENOPOLIS, Mulher, de 20 a 25 anos, English, Italian, Viagens, Livros, Fotografia


    

www.flickr.com
This is a Flickr badge showing public photos from karinabu. Make your own badge here.

[ moody me ]


[ adoro ]
 23a. Idade
 3 Amiguinhos
 40 Graus Celsius
 Airline Meals
 Al Jazeera
 Ah, tá bom então!
 Bat Biscate
 Brasilsky Komsomolets
 Cabeça Errada
 Caboclo Sem Dente
 Carioca Virtual
 Ciência em Dia
 El Cronopio
 Historinha
 Daniel Becher
 Dusko Du Swami
 Dawn
 Indi(a)gestão
 Introspecthive
 É tudo puta!
 Fazendo a Mendiga
 Irea
 Estrupixels
 Jet Site
 Just Juste
 Fabriquinha de Clássicas
 Karinissima
 Flies in the Marketplace
 Lux-Religare
 Lonely Planet
 Lady Metal
 Gongados
 Madame Gongadera
 Made in Brazil
 Meu Ouvido Não é Penico!
 No Armário da Cá
 Pensar Enlouquece
 Perez Hilton
 Pururuque-se
 Que Pressão é Essa?
 Querido Leitor
 Sajid and Zeeshan
 Santos no Inferno
 Sedotec
 Seung Ju
 Sarajane
 Shoe Me!
 Sorry Periferia
 Stonned Bunny
 Strange Maps
 Technicolor Kitchen
 Te dou um dado?
 Tony Góes
 Modellón
 Tudo Pode Virar Crônica
 Uma Questão de... (Angola)
 Uniform Freak
 Viaje na Viagem
 Yalla!
 Oh Pakistan!
 Yuppie Guy



[ adote, doe ]
3 Amiguinhos
Anjos para Adocao
Jardim dos Amiguinhos
Jardim dos Amiguinhos - flog
Kantinho dos Peludos Novidades Bichos
Quero um bicho!
Vamos Ajudar!
Vittorio!







My 43 Places

[ brazzies overseas ]

23a. Idade
Astarojna
Balzakiana
Farofa na Neve
Meu Cantinho
No Armario da C?
O Imigrante ? um Forte
Pensamentos e Poesias
Shanghai Pudong - GRU

 


[ fun ]

Alan Sieber
Caco Galhardo
Camilla Eriksson
Kibe Loco
Maitena
N?quel Nausea
Radicci
Sarajane Fotonovelas
Sherman's Lagoon
The Far Side


[ fratelli d'Italia ]

Blob of the Blogs
Diario di Periferia
Grazie, Silvio
Il Tao del Blog
Momoblog
Se me lo Dicevi Prima
Silvio Berlusconi
Uiall?ll?
Voglia di Terra
Zoomata


[ links ]

Aria Database
Bayerische Staatsoper
Dawn
Fodor's
Footprint
Frommer's
Geoeconomy
Lonely Planet
Panrotas
Plastic.com
Reporters Without Borders
Robert Fisk
Rough Guides
World Newspapers
World Press Review
The Opera Critic
Trek Lens
Tripmates
World is Round



 



[ once upon a time ]

- 01/07/2008 a 31/07/2008
- 01/06/2008 a 30/06/2008
- 01/05/2008 a 31/05/2008
- 01/04/2008 a 30/04/2008
- 01/03/2008 a 31/03/2008
- 01/02/2008 a 29/02/2008
- 01/01/2008 a 31/01/2008
- 01/12/2007 a 31/12/2007
- 01/11/2007 a 30/11/2007
- 01/10/2007 a 31/10/2007
- 01/09/2007 a 30/09/2007
- 01/08/2007 a 31/08/2007
- 01/07/2007 a 31/07/2007
- 01/06/2007 a 30/06/2007
- 01/05/2007 a 31/05/2007
- 01/04/2007 a 30/04/2007
- 01/03/2007 a 31/03/2007
- 01/02/2007 a 28/02/2007
- 01/01/2007 a 31/01/2007
- 01/12/2006 a 31/12/2006
- 01/11/2006 a 30/11/2006
- 01/10/2006 a 31/10/2006
- 01/09/2006 a 30/09/2006
- 01/08/2006 a 31/08/2006
- 01/07/2006 a 31/07/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/03/2006 a 31/03/2006
- 01/02/2006 a 28/02/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/12/2005 a 31/12/2005
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/07/2005 a 31/07/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 31/03/2005
- 01/02/2005 a 28/02/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004
- 01/11/2004 a 30/11/2004
- 01/10/2004 a 31/10/2004
- 01/09/2004 a 30/09/2004
- 01/08/2004 a 31/08/2004
- 01/07/2004 a 31/07/2004
- 01/06/2004 a 30/06/2004
- 01/05/2004 a 31/05/2004
- 01/04/2004 a 30/04/2004
- 01/03/2004 a 31/03/2004
- 01/02/2004 a 29/02/2004
- 01/01/2004 a 31/01/2004
- 01/12/2003 a 31/12/2003
- 01/11/2003 a 30/11/2003
- 01/10/2003 a 31/10/2003
- 01/09/2003 a 30/09/2003
- 01/08/2003 a 31/08/2003
- 01/07/2003 a 31/07/2003
- 01/06/2003 a 30/06/2003
- 01/05/2003 a 31/05/2003