quanto vale um cu

Hoje, assistindo TV no canal aberto, entendi o valor de um orifício anal: uma ex-puta escritora x ex-mulher trocada pela puta. Sério. Achei que fosse piada. Porque a ex-puta era, digamos, assim, uma menina de corpo bom com o rosto razoável. Enquanto a ex é mulherão e muito mais bonita, zoiudona, material fino.

Logo, compreendo hoje, aos meus inocentes 24 anos, o valor que um cu pode ter. Porque quando a mulher é bonita, ela não precisa apelar para práticas sexuais não-ortodoxas. Quando é xubangona, mezza-boca, pipira... Certas práticas se tornam rotina e o homem, como tem duas cabeças (sendo que a mais ao sul, às vezes, é a mais dominante), apela pro asterisco. Porque tem homem que é idiota.

O bom exemplo é o marido da puta. Ele era casado com uma mulher bonita e é toscão. Meninas, vocês sabem qual é o problema do homem feio com complexo, né? Eles te botam pra baixo e quando começam a se achar, se deslumbram.

Aí quando uma piranha aparece e ainda oferece o loló, bye bye.

Logo, mocinhas bonitas, cuidado ao escolher namorado. Aquela história de quantidade de areia certa para certos tipos de caminhão não é besteira nem futilidade, mas bom senso e responsabilidade.

E como já namorei um feioso complexado, já fui colocada pra baixo. Muito, muito, muito. Logo, escutem bem o que suas mamães dizem. Porque a minha sempre tem razão.



Escrito por Kari às 20h28
[ ] [ envie esta mensagem ]


news!

 Juju foi adotada. A dona a viu na sexta, pensou durante o final de semana e... Voltou para buscá-la! Linda! Agora estamos com o Luquinhas para adoção, mas selecionaremos bem o seu novo dono já que tem um defeitinho que o deixa mais vulnerável. :(

 Juju! Agora, de casa nova!

 Estou, aos poucos, arrumando os links do blog. Vejam o novo espaço: ADOTE, DOE. Links com cachorrinhos para adoção e formas de ajudar sem ter que adotar! Visitem, ajudem, divulguem.

 O blog In(dia)gestão foi considerado spam e agora nossa amiga San San está de casa nova: (In)Diarréia. San San sempre sensacional ao escolher nomes de blogs!

 Tô morrendo de saudades da Juju...

 Mais uma história de crueldade. Precisamos de um lar para o Tomás, cachorro que foi amarrado em uma moto e arrastado pelo motoqueiro por vários quarteirões. Veja no fotoblog. Conto com a ajuda de vocês em ajudar a divulgar meu novo fotoblog, assim podemos divulgar adoções e ajudar esses bichinhos!

 Tomás!!!

 Luquinhas está vacinado, vermifugado e a cicatrização corre super bem. Foi ao veterinário, está ótimo e já sem sarna. Já pesa dois quilos e vejam que lindo:

Aliás, uns mocorongos já comentaram que meu blog virou assistencialismo de cachorro. Se você acha isso, fófis, a porta da rua é serventia da casa. Se você tem mais de dois neurônios, viu que continuei postando normalmente apesar de colocar esses peludinhos na programação.

 Tenham uma ótima semana!



Escrito por Kari às 20h15
[ ] [ envie esta mensagem ]


O que me tira do salto.

Uma pessoa comentou no fotoblog dos cachorrinhos para adoção que meus filhotes são "violentos, mais uma gracinha" (sic). Não fode, né?

Agora vocês entendem porque cachorros são abandonados? Porque um bando de gente compra animais de estimação achando que são brinquedos. Quando os bichos latem, choram, fazem cocô ou ficam sujos: pé na bunda. Sério.

Estou puta porque parece que a pessoa escreveu de propósito para sabotar a adoção. Fico chocada, emputecida, louca da calcinha ao ver até onde chega a maldade do ser humano. Ok, vocês podem achar que isso é um comentário infeliz, apenas.

Mas quem protege animal conhece bem quais são os sentimentos que muitos (des)humanos nutrem contra os bichinhos. Sério, entrar no meu flog para escrever essa abobrinha é muita falta de carinho e respeito. Porque adotar cachorro já é difícil, quanto mais se forem vira-latas. Ainda mais se um é deficiente. Sério: DIE!

bem de consumo?

Quando fui até o estacionamento próximo ao meu prédio para colocar o Said no carro de seu papai novo, um grupo de patricinhas cercou o filhote e ficaram histéricas: AI QUE FOFO, AI QUE LINDO!

Comentei que estava doando, se quisessem ver os outros filhotes era só falar pois morava ali do lado. Elas adoraram a idéia, já estavam prontas para subir até que uma perguntou:

- Que raça que é?

- Vira-latas, uai - respondi já prevendo o desfecho.

- Aaaahn - respondeu com cara de nojo.

As mocorongas se entreolharam e fizeram cara de reprovação e logo explicaram que não iriam ver os bebês. Ai. Meu sangue ferveu.

- Queridas, cachorro não é bem de consumo. Nem se tivesse poodle com pedigree a granel, nem assim eu os doaria pra vocês! - já respondi brava.

Acho que elas travaram, pois não responderam. Só vi que uma tinha um caderno do "Smilingüido" (aquela formiguinha evangélica insuportável). Poxa, vai no culto, dá grana e julga bicho por raça. Clap clap clap.

- Tô vendo como você é cristã, pena que esse seu Smilingüido é só enfeite - esbravejei e fui embora.

Ok, eu sou brava pra caralho. Mas tenho meus motivos. Poxa, imagine essa débil mental comprando um poodle bonitinho no shopping só porque é poodle e bonitinho. E quando o bicho fica cego, quando caem os pelos, quando chegam os tumores (poodles são frágeis, sei porque tneho dois)... Ele é curiosamente abandonado.

Se vocês acham que eu exagero, vejam o fotoblog da protetora Ana Marta: http://anamarta99.fotoblog.uol.com.br/

Quantos e quantos cachorros já não foram abandonados? A Ana é uma das poucas boas almas que os ajudam. Porque, infelizmente, essas atrocidades ocorrem diariamente, muitos bichos morrem porque o homem "enjoa".

...

No mais, continuo minha campanha. O Said já tem papai novo - que está babando com o filhote novo. O Luquinhas e a Juju estão ótimos, vacinados e vermifugados. Fotos em:

http://3amiguinhos.nafoto.net/

E os vídeos:

Veja como são brincalhões.

Violentos? A única coisa violenta é a ignorância humana que diz tanta coisa ruim - e praticam coisas piores ainda!



Escrito por Kari às 08h44
[ ] [ envie esta mensagem ]


Burka para Lana

Lana fófis, essa eu chorei de rir. Do blog Indiagestão, agora em novo endereço - já que foi bloqueado na Índia:

"No aeroporto internacional de Mumbai a polícia desconfiou de terrorismo quando viu uma “mulher” de burqa (vestimenta islâmica que cobre todo o corpo e rosto da mulher), porém com sapatos masculinos. Primeiramente enviaram duas policiais femininas para investigar e foi descoberto que a “mulher” na verdade é um homem – Mohammed Iliyas Kagdi. Ele se explicou dizendo que havia se transvestido de burqa pois fora se encontrar com a namorada as escondidas, assim se algum parente da moça o visse com a garota, acharia que era simplesmente uma amiga.

Esse tipo de disfarce é MUITO conhecido por aqui e muitos homens o utilizam por este mesmo motivo, o problema é que agora criminosos comuns, prostitutas e terroristas também estão se disfarçando em baixo de uma burqa e fica difícil saber quem é quem. Até mesmo o cantor Michel Jackson já se vestiu de burqa para poder fazer compras com tranquilidade."

escrito por San San para Indiarréia.

Bravo, San San. Dessa nem eu sabia, mas já sei que no meu próximo bad hair day vou fazer compras no Saddar com uma burka. E se essa moda pega?



Escrito por Kari às 10h50
[ ] [ envie esta mensagem ]


ode ao ócio

Fui até a FNAC para me abastecer de música cubana, argentina, argelina, Barbra Streisand e Vive la Fête, além de leitura: dessa vez, Índia. Para um sábado caseiro, no conforto da cama. Filhotinhos gordinhos bem alimentados, cachorros alegres, dispensa cheia, livros, CD... Sair de casa, ahn? Até segunda, em algum post procrastinador direto do trabalho.

 



Escrito por Kari às 22h40
[ ] [ envie esta mensagem ]


caralhos de gelo voadores que me fodam

Tenho um cartão de crédito X no qual acumulava milhagens para viajar de TAM. Já estava toda feliz e serelepe porque ia emitir um bilhete pra Nova Iorque e voar de TAM. Tudo porque decidi deixar de usar meu cartão Y que acumulava milhas com a American Airlines.

Agora ligo para a operadora do cartão pra emitir minha passagem e eles me disseram que a parceria com a TAM foi desfeita no início do ano. Sim, porque foi no início do ano que liguei na operadora para me informar sobre milhagens e os imbecis disseram "sim, com 80.000 milhas você emite". E hoje, quando fui emitir... PÉÉÉIM.

Hora de acionar o PROCON. Porque ninguém me avisou dessa merda. Caráleo. Mas, como disse o operador do cartão: "calma, você pode trocar por prêmios Maxi Bonus".

Ok. Pensei: belê, vou ver se pego um home theater ou uma TV grande pro meu quarto. MA CHE????? Se com 80,000 (que em qualquer outro cartão emitiria uma passagem pra NY) eu não emito uma porra de caralho de cu de rola de bilhete da TAM, bom prêmio não poderia ser: posso trocar minhas milhas por um FORNINHO ELÉTRICO.

Não fode.

1,2,3,4,5,6,7...

"Mas senhora, é bivolt..."

Desliguei na cara pra não ofender as gerações do atentende. Coitado, não tinha nada a ver. Agora, isso é uma lição que compartilho com vocês: não dêem uma de pobre. O cartão citado é de um banco do Silvio Santos. Se tivesse colocado no meu cartão do banco mais, er, hm, "privilegiado", estaria com meu bilhete em trâmite.

Agora, minhas milhas valem menos que uma bosta de tele-sena ou prêmio do Baú. Moral da história? Pobre só de fode.

É foda, Valmir!



Escrito por Kari às 12h55
[ ] [ envie esta mensagem ]


a grande travessia da minha vida

É fato que todos nós tenhamos um lugar no globo que nos desperta simpatia, é fato que 80% dos brasileiros sonhem com Miami e Paris, é fato que haja apenas uns 5% que saiam do lugar-comum e explorem o planeta da forma anti-turista. Bem, confesso ter meu pezinho no mais afrescalhado dos turismos de onibuzinhos de sightseeing, mas como uma boa geminiana, meu outro lado é bem oposto e adora uma roubada. Ou indiada.

Gosto do termo indiada. É um programa de índio com um je ne sais quoi de aventura.

A questã é que meu grande sonho ainda não realizei: cruzar de Istanbul a Shanghai completamente overland. Salpicando Irã, Yemen, Síria, Líbano, Jordânia, Arábia Saudita, Omã, Emirados Árabes Unidos, Índia, Butão, Nepal, Paquistão, Bangladesh, Tibet, Mongólia, China, Usbequistão, Casaquistão e, ufa, Tadjiquistão. E, lógico, que essa indiada teria que ser quebrada em viagens menores porque não há conta bancária, emprego, família ou casamento que agüente essa presepada.

Mas conheço alguém que fez uma boa parte dessa aventura completamente overland: Marcelo Abreu. Não, não o conheço pessoalmente, só de livro. E que livro. Se você acha que o Oriente é sensacional, leia. Se você acha que o Oriente é absurdo e atrasado, leia mesmo porque você realmente precisa:

A resenha da Livraria Cultura:

Uma notícia chega aos ouvidos dos aventureiros em Londres - a estrada para o Oriente foi reaberta. Pelo menos em tese, já é possível passar pelo Curdistão turco, cruzar o Ira dos aiatolás e seguir em frente por terra até a India, talvez até o Nepal. Marcelo Abreu, jornalista brasileiro radicado em Londres, onde trabalha para a BBC, ouve a boa nova e decide juntar-se a uma expedição para realizar o velho sonho - viajar da Europa até o Oriente por terra, refazendo a trilha hippie dos anos 60. O relato desta expedição se transformou neste livro.

:)

Como ainda não tenho fundos para concluir nem 10% dessa viagem, me contento em minha stationary travel relendo capítulos em que Abreu narra sua experiência no Curdistão, em Peshawar, nos cinemas iranianos.

Não só um relato de viagem, mas um belo manual de como ser viajante e não turista. Em como tolerar e aprender com o diferente ao invés de bradar aos ventos que o american way of life é a saída para esses árabes bárbaros malucos. Nada de lugar comum, nada de passeios em pontos turísticos. Pé na estrada e no povão.



Escrito por Kari às 16h42
[ ] [ envie esta mensagem ]


E o Said já foi adotado!

Mas Juju e Luquinhas ainda aguardam papais ou mamães. Veja no penúltimo post a história desses filhotinhos lindos. E as fotos novas no Fotoblog.

E os vídeos:



Escrito por Kari às 20h13
[ ] [ envie esta mensagem ]


A história é cruel e se perpetua... Mas eles são lindos e os melhores amigos que você pode ter.

É. Mais uma história da crueldade humana contra animais.

Estávamos na COBASI de Pinheiros quando vimos uma moça desesperada com uma caixa com filhotinhos. Havia sete, seis pretinhos e um clarinho que chamava a atenção não apenas pela cor: estava com o olhinho esquerdo completamente machucado e infeccionado. O glóbulo estava saltado com terríveis ferimentos, já estava se desfazendo e inchado, horrível. Não agüentei e me desmanchei em lágrimas ali mesmo.

Concluímos que o machucado foi causado por alguém, pois não havia marca de mordida na cabeça. Uma crueldade sem tamanhos. A senhora que portava a caixa alegava que os filhotes haviam sido recolhidos no próprio estacionamento da loja - que haviam sido atirados contra seu carro dentro de uma caixa.

A solução foi dividirmos os filhotes. Eu e minha mãe ficamos com os 3 mais "tristinhos": o com o olhinho doente e dois pretinhos menores e mais magrinhos. Corremos para o veterinário e foi feita a cirurgia para a remoção do olhinho. A veterinária deu um ponto para que não fique um vão - evitando, assim, infecções. O olhinho fica "fechado", como se estivesse piscando. Os outros dois filhotinhos foram medicados e tratados, agora os três estão ótimos, felizes e gordinhos. E precisam urgentemente de novos papais ou mamães.

O que operou o olhinho, apelidamos de Luquinhas. Ele é muito dócil, late e chora muito pouco. É extremamente brincalhão e dengoso, adora um colo e tem um pêlo super macio.

O "Said" é pretinho, super quietinho. É o mais tímido e menor em tamanho, adora um colo e é brincalhão, também. É uma adoção perfeita para os que já tem algum cachorro pois é super calmo e não agitaria cães mais idosos. As orelhinhas são peludinhas, lembram orelhinhas de cocker. Tem patinhas brancas.

A "Juju" é a mais brincalhona de todas, muito espoleta. É muito alegre e esperta, companhia perfeita para crianças. Também tem as pontinhas das patinhas branquinhas, é muito parecida com o irmãozinho Said. Todos estão super saudáveis.

Doamos já vacinados e vermifugados, se possível, castrados (caso o novo dono queira). Se houver interesse, por favor, escrevam para: khurrina@gmail.com ; se não puder adotar, a simples divulgação do fotoblog http://3amiguinhos.nafoto.net/index.html ou da mensagem já é de grande ajuda!

Por favor, indiquem para amigos que amem animais independente de raça ou condição física. Amigo não é bem de consumo, se você ama, dê uma chance e se surpreenderá.

Já adotei um vira-latas e amo. Se você duvida, veja as fotos em http://3amiguinhos.nafoto.net/index.html!!!  É a melhor coisa do mundo!



Escrito por Kari às 22h46
[ ] [ envie esta mensagem ]


E agora para algo completamente diferente...

Se você viu a foto dos vermes, relaxe. Inspire, expire. Agora, uma seleção de fotos maravilhosas de alguns de meus lugares favoritos na Terra. Maravilhoso trabalho de Dusko M Du Swami. Fotos fodidamente fodidas, maravilhosas, awe-inspiring.

Paquistão | Marroco | Turquia | Irã | Afeganistão | Tibet

Mais...



Escrito por Kari às 19h22
[ ] [ envie esta mensagem ]


Que lombriga, olha o tamanho, Isaltina...

Genial o texto de Philipe para o blog Mundo Gump. Leiam o texto "O Oitavo Passageiro". Triste a dor de quem carrega um monstro nas entranhas, eu realmente me apavoro.

ok, se você é muito fodão, clique nos três links abaixo e vá dizer que você não se apavoraria com um bicho desses dentro das suas tripas?

 link 1

 link 2

 link 3 - cuidado com a foto do cu, é foda...

Ok, machão... Como diria Falcão: "fale com sua mãe, faça um exame de fezes, passe na igreja, aproveite e reze, passe numa farmácia e veja as novidades..."



Escrito por Kari às 19h13
[ ] [ envie esta mensagem ]


Preguiça

Odeio moleque que não larga a adolescência embora já tenha cruzado a fronteira dos 20. Fala sério, recitar Dante pra celebrar o mau-humor sem parecer infantil, apenas um aluno CDF que precisa provar pros outros que leu a Divina Comédia e é mais "decorativo" que uma meia dúzia do escritório. Masturbação intelectualóide, depressiva, adolescente, Kurt Cobain, super Nanny, ai que preguiça.

Na minha lista de "loser cabaço total", regurgitar erudição nos outros pra mostrar que é sabido é um dos top 5. Virgindade, baixo-estima, frustração.

Sai daqui, gosto de gente alegre. :) Aliás, hoje estou alegre de tudaaaa. Desculpem, invejosos. I just can't help myself.



Escrito por Kari às 17h22
[ ] [ envie esta mensagem ]


Sabor de 1984.

Alfajores Havanna têm gostinho de 1984. Gostinho dos meus avós Jorge e Diva sentados no quarto que hoje é o meu, em uma cama que já foi a minha. Uma caixa de alfajores Havanna. O prateado, com açúcar de confeiteiro; e o dourado, coberto com chocolate. Gostinho do que era antes o apartamento deles que hoje é nosso. Dos lápis-de-cor Caran D'Ache, da cadeira giratória do estúdio de pintura da minha avó, dos pincéis enormes, da bolsa de água quente que eu adorava (é, weirdo), da caixa de jóias e da coleção de sapato da minha nonna que, para seu desespero, virava produto na minha lojinha montada na sala. É lojinha, mini-turca é baby mas já nasce com o vício.

Alfajores Havanna têm gostinho de viagem. Não das que fazemos, mas das dos outros. E adoro Alfajores Havanna trazidos de presente. Porque os que são comprados lá não tem o mesmo gosto da surpresa da caixa amarela que, como em 1984, me desesperava para abrir e me jogar nos docinhos portenhos.

A prima.

Também lembro da minha prima, neta da irmã da minha avô que se casou com um genovês feio da piaba. Aliás, a criatura não ficou diferente. Tadinha, hoje ela é super bonitinha, mas na época era um miquinho loiro. E também era um saco, porque lembro como se fosse ontem de quando ela roubava minhas pulseirinhas pra me azucrinar. E como eu era nojenta de tudoooo, ela se aproveitou do doce e esmagou um alfajor nas minhas pulseirinhas coloridas e gritava: "tão sujas de cocô, agora!" Ai que ódeo.

Não tive dúvida e desci o cacete na bichinha (mini-turca e já era uma mini-pugilista): "cocô é você, isso é alfajor e é uma delícia". Também chupei cada pulseira, poxa, alfajores Havanna não podem ser desperdiçados assim.

E tenho dito.



Escrito por Kari às 19h34
[ ] [ envie esta mensagem ]


Template

Voltei ao pretinho básico porque meu counter e links ficaram de fora. Mas novo template em breve. Cuti-cute e açucarado. Com links novos. :) Insuportavelmente açucarado. Preparem a insulina.



Escrito por Kari às 23h31
[ ] [ envie esta mensagem ]


Garrulitas

Essa eu aprendi hoje, folheando a revista NOVA no cabeleireiro: sabe o que são GARRULITAS?

...

São aqueles gases tão gozados que a periquita solta na hora da relação séquessual. Pode acontecer por infecção, pipi não penetra até o fundo e forma um bosão de ar e prómmmshh, ou até mesmo por vagina flácida por parto normal, gravidade ou uso contínuo - se é dando que se recebe, é dando que se formam as garrulitas. 

Constrangedor.

Agora, pior que peidar pela florzinha, só mesmo esse nome horrível pra quebrar o tesão: "Desculpe, querido, não foi feijão, foram as GARRULITAS".



Escrito por Kari às 15h21
[ ] [ envie esta mensagem ]


Wewé

Wewé é o poodle mais lindo do mundo. Amo mimar meu Wewé todas as manhãs antes de trabalhar. Momento Caboclo sem Dente On: mas hoje ele estava com uma badalhoca monstro grudada na patinha. Momento Caboclo Sem Dente Off.

Mãe... Limpa, tá?



Escrito por Kari às 11h00
[ ] [ envie esta mensagem ]


Aliás, uma mensagem (se vocês não entenderem, não se preocupem; se entenderem, é porque os considero menos que um saquinho de alfafa):



Escrito por Kari às 18h17
[ ] [ envie esta mensagem ]


Eitcha. Hoje a cunhada, médica que tem seus contatos na BBC, explicou que nenhum visto foi emitido para paquistaneses nos últimos seis dias em todos os cantos da Europa. E quem viu os acontecimentos em Londres, oras, entendeu o motivo. Agora, que chorume essa dor-de-cabeça. Nada que uma mudança de rota não resolva, mas que atrasamos nossas férias e que isso sucks a lot... Também, culpa minha, quem mandou gostar de muçulmano de país pobre, né. Bad, bad libanesa.

 

Alguém sabe onde posso adotar um macaquinho assim? Gente, olhem essas mãozinhas. Como não estamos podendo dar cria aos nossos respectivos filhotes porque estudo é caro, pensamos em criar macacos (eu amo minha vida). Mas os macacos do Paquistão são feios, não são miquinhos-estrela fofos como os nossos. Agora, gente, olha isso... Que vontade de apertaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaar... Essas mãozinhas... esses dedinhos, esses olhinhos... Mãe, quero voltar pra casa pra apertar o poodle...



Escrito por Kari às 17h57
[ ] [ envie esta mensagem ]


Impossível ser feliz sem notar o racismo: negaram o visto de trânsito na França para meu marido. Porque ele não passaria mais de quatro horas no aeroporto até entrar no avião da Air France para São Paulo, vindo de Dubai. Porque? Paquistanês, pele escura.

Agravantes? Não pode tentar obter o visto novamente por 6 meses. Não há bilhetes aéreos disponíveis e onde há ele é barrado por ser marrom.

A saída? Não vejo nenhuma, pois eles batem a porta em nossa cara por causa de mais um passaporte verde: o paquistanês.

Jet age? Alguém me fala como superar esse vácuo que eu tenho no meu peito de agüentar mais 6 meses, no mínimo, sem vê-lo por causa de um consul racista?

O blog está entrando em hiatus, porque não vejo mais sentido em nada. Sei que sou politicamente incorreta, pois não acho saudável sacrificar o humor negro para cantarmos "cumbaiá, senhor, cumbaiá" enquanto o mundo escancara sua injustiça. 

A dor que fica aqui dentro do peito é grande e desatina doendo muito, muito. Tudo em que acreditava (um mundo mais internacional onde diferenças de credo e cor de pele seriam apenas um detalhe como cor do cabelo) desabou.

Dói. Dor visceralmente alucinante. Porque é paquistanês.

Porque é paquistanês.

Obrigada, cônsul francês. Porque já não acredito mais nas mentirosas cores de sua bandeira. Fraternidade, Igualdade e Liberdade? Que cousa.

Foda-se o politicamente correto. Ele não existe. Assim como não existem bons sentimentos nos homens que se classificam por excesso de melanina ou ponto geográfico de nascimento. Homens são ruins, não toleram a felicidade alheia.

Logo, compartilho minha frustração com vocês, leitores, porque sei que muitos vão gozar desse prazer doentio de ver a libanesa se foder.



Escrito por Kari às 08h32
[ ] [ envie esta mensagem ]


Ilhas da Fantasia

Lá não tem Tatoo (embora tenha seus look-a-likes mais tronchinhos), mas tem o mais nonsense dos delírios megalomaníacos dignos de nouveau-riches que são, na verdade, delíros de ricos por todo o sempre. Árabes que desistiram do petróleo porque sabem que isso vai acabar logo logo (ainda bem que meu carro é Flex) e decidiram investir pesado em turismo. Em uma capital onde 45 graus celsius são uma constante em um clima desértico, você encontra um complexo com pistas de ski em um oásis de -5 graus no meio da terra seca. Os melhores shoppings, o maior aeroporto do mundo, muito ouro, muita gente rica, muita gente bonita de todos os cantos do mundo e (last but never the least): a maior companhia aérea privada e top de linha, a Emirates.

Sim, estou falando de Dubai. Depois das ilhas artificiais de Jumeirah, o novo trend são as World Islands:

Tá sentado?

"As World Islands são uma coleção de ilhas artificiais criadas pelo homem com a forma dos continentes do planeta. Localizada fora da costa de Dubai nos Emirados Árabes Unidos, consistirá em 300 pequenas ilhotas divididas em quatro categorias: residências, propriedades estatais, resorts de sonhos e ilhas comunitárias. Cada ilha terá entre 250 a 900 pés quadrados (23.2 a 83.6 mil metros quadrados) em tamanho e 50 a 100 metros (164 a 328 pés) de água entre cada ilha. Cobrirão a área total de 9 quilômetros (5.4 milhas) de comprimento e 6 quilômetros (3.6 milhas) de largura. Os únicos meios de transporte entre as ilhas serão marítimos e aéreos (!!!)."

Inspira, expira.

"As World Islands se localizarão a 4 quilômetros das praias de Jumeiras, próximo ao Palm Jumeirah, entre o Burj Al Arab e o Porto Rashid em, aproximadamente, 25°13 Norte e 55°10 Leste. Cada ilha será vendida para investidores privados selecionados e custarão entre AED 25 milhões (US$ 6.85 milhões) até AED 6.6 bilhões (US$ 1.8 bilhões). Entre os indivíduos que compraram as ilhas, está Sir Richard Branson (Grã Bretanha)."

É por isso que amo Dubai. É uma Walt Disney para novos milionários de todo mundo, onde o cafona é eternizado (que tal a palmeira de ouro maciçi no Duty Free do Aeroporto Internacional?) e o nonsense chega a ser cômico. No mais, para nós, humildes turistas, a boa notícia é que poderemos visitar tudo isso e jogar algumas moedinhas nas fontes pra fazer pedido.

E porque um dos melhores Shoppings Centres da cidade se chama Ibn Battutha (aham, sacou, sacou?).

Aliás, frase do dia pela minha amiga Mel K.: "É melhor ser uma infeliz com anelzinho Tiffany's do que uma felizinha com H. Stern". Got it, ladies? Calma, podia ser Casa das Alianças ou Suíssa.



Escrito por Kari às 11h02
[ ] [ envie esta mensagem ]


Ser turco é...

Não imaginava o imbroglio generalizado que seria para um portador de passaporte árabe / paquistanês / afegão / indiano: viajar é um saco de complicações. Uh lalá, nunca fui tão feliz com meu passaporte verdinho brasileiro. Porque o passaporte verdinho paquistanês é um empecilho daqueeeles. Vejam só o que o cidadão da terra de Imram Khan passa para tirar seu visto para o Brasil:

- Cartinha de apoio financeiro de alguém daqui. Dizendo que será responsável por qualquer problema desde acomodação até deportação. Cartinha com firma reconhecida e enviada pro Paquistão com mais uma lista de 30 outras coisas e, se bobear, últimos exames de fezes e triglicérides.

- Consulado. Tem que ir pessoalmente e preencher a ficha lá em Islamabad. Não vale despachante. Nenhum documento é retido, tudo é xerocado. Prazo? Dizem que o mínimo é de 10 dias para que os documentos sejam checados no Itamaraty.

- Espere. Muito. Que tal dois meses e uma semana? Sim, porque demorou muito. Mas a desculpa foi que o visto teria sido aceito antes e esquecido por uma semana na mesa do cônsul. O que é uma semana quando você espera dois meses?

- Woohoo. Visto emitido. Jesus, alegria dos homens acaba logo com a alegria dos pobres: é obrigatório visto de trânsito em qualquer país europeu. Lá vai mais burocracia, cartinha, documentos, espera.

- Cartinha para a Imigração: idêntica a carta de apoio mas com a data exata de entrada e saída no Brasil. Ai meus sais. Lá vai Sedex e dinheiro. E tempo.

Total de tempo da operação: 2 meses e 3 semanas.

Total de dinheiro investido: 160 reais apenas do Brasil, sem contar os custos de visto no Paquistão.

Brasil

Xerox da passagem ou print de reserva + 200 dinheiros para o despachante + 2 fotos 3x4 + formulário preenchido + passaporte (brasileiro ou europeu) com validade mínima de 6 meses até o final da viagem = dois dias e um visto emitido.

Que vergonha, não? Até o Paquistão é mais simples do que nós! E isso é para um turista, imagine para um libanês sem passaporte brasileiro desesperado para sair de lá?



Escrito por Kari às 18h14
[ ] [ envie esta mensagem ]


Murphy, me chicoteia.

São Paulo é uma das maiores metrópoles do mundo com mais de 18 milhões de habitantes. Logo, quais seriam as chances do meu vizinho de vaga de garagem no prédio (um dos poucos legais nesse prédio) fechar meu carro na Veiga Filho? Fechada de lá, forçada de cá = baixaria. Lógico, o sangue ferveu. Abri a janela e:

- SEU DÉBIL MENTAL, ONDE VOCÊ APRENDEU A DIRIGIR?

E ali, um rosto familiar disse algo que não entendi, pois sou metida e já fechei a janela. Rosto familiar? Sim. Fox Vermelho + rosto familiar = meu vizinho. A ficha levou alguns segundos pra cair, mas até aí o farol já tinha mudado pro verde.

Não, nem de longe eu fiquei puta, mas comecei a rir de nervoso porque achei a coincidência tenebrosa. É, mexe com a turca na TPM!!!

E porque meu vizinho? E porque não um vizinho CHATO, porque o moço legal do Fox Vermelho? Vou pedir desculpas, que mico, que vergonha!!! Estou acostumada em dar foras, mas não de escala geográfica tão vasta. Embora seja briguenta, detesto brigar com gente legal. E olha que "vizinho" e "legal" geralmente são antônimos aqui neste edifício.

Sim. 18 milhões de habitantes. Acho que é um bom momento para considerar um joguinho na loteria.

Maníaco de Higienópolis

É. Você pensa que pode sair tranqüilamente saboreando seu guefiltefish em Higienópolis às 2 da manhã porque nosso bairro tem índice de criminalidade belga? Nananina. E caminhar falando ao celular? That's a big no-no, hun. Sorry babies, mas ninguém mais caminhará tranqüilamente para a sinagoga, pra Mercearia do Francês ou pro Supermercado Madrid. Ou vocês acham que essa mega exposição de nosso bairro não vai atrair delinqüentes interessados em patricinhas do Mackenzie e FAAP? Vai ser a festa do celular e do náique chóquis, já tô morrendo de medo e a culpa é do Datena (que mora aqui, aliás).

Higienópolis já teve um Pão-de-Açúcar metralhado (aqui do lado) e, agora, um maníaco pobre que tinha um canivete porque não podia comprar arma (!!!). É muita fama pro bairro do FHC, né? Mas se aparecer na Grobo, joínha. :)



Escrito por Kari às 18h38
[ ] [ envie esta mensagem ]


Azzurro

Foi remixado e virou o hino sa seleção campeã da Copa de 2006: AZZURO IL POMERIGGIO TROPPO AZZURRO E LUNGO PER ME... :) Cantado, originalmente, por Adriano Celentano. O que fica me off é que questa libanezza cresceu comendo mais polenta que kibe e falando mais "ma che putana" do que "ya sharmoutah". Mas ok, ok...

A questão é que eu AMO essa música.

Garboso.



Escrito por Kari às 23h07
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]

 

ah!libanezza!




BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, HIGIENOPOLIS, Mulher, de 20 a 25 anos, English, Italian, Viagens, Livros, Fotografia


    

www.flickr.com
This is a Flickr badge showing public photos from karinabu. Make your own badge here.

[ moody me ]


[ adoro ]
 23a. Idade
 3 Amiguinhos
 40 Graus Celsius
 Airline Meals
 Al Jazeera
 Ah, tá bom então!
 Bat Biscate
 Brasilsky Komsomolets
 Cabeça Errada
 Caboclo Sem Dente
 Carioca Virtual
 Ciência em Dia
 El Cronopio
 Historinha
 Daniel Becher
 Dusko Du Swami
 Dawn
 Indi(a)gestão
 Introspecthive
 É tudo puta!
 Fazendo a Mendiga
 Irea
 Estrupixels
 Jet Site
 Just Juste
 Fabriquinha de Clássicas
 Karinissima
 Flies in the Marketplace
 Lux-Religare
 Lonely Planet
 Lady Metal
 Gongados
 Madame Gongadera
 Made in Brazil
 Meu Ouvido Não é Penico!
 No Armário da Cá
 Pensar Enlouquece
 Perez Hilton
 Pururuque-se
 Que Pressão é Essa?
 Querido Leitor
 Sajid and Zeeshan
 Santos no Inferno
 Sedotec
 Seung Ju
 Sarajane
 Shoe Me!
 Sorry Periferia
 Stonned Bunny
 Strange Maps
 Technicolor Kitchen
 Te dou um dado?
 Tony Góes
 Modellón
 Tudo Pode Virar Crônica
 Uma Questão de... (Angola)
 Uniform Freak
 Viaje na Viagem
 Yalla!
 Oh Pakistan!
 Yuppie Guy



[ adote, doe ]
3 Amiguinhos
Anjos para Adocao
Jardim dos Amiguinhos
Jardim dos Amiguinhos - flog
Kantinho dos Peludos Novidades Bichos
Quero um bicho!
Vamos Ajudar!
Vittorio!







My 43 Places

[ brazzies overseas ]

23a. Idade
Astarojna
Balzakiana
Farofa na Neve
Meu Cantinho
No Armario da C?
O Imigrante ? um Forte
Pensamentos e Poesias
Shanghai Pudong - GRU

 


[ fun ]

Alan Sieber
Caco Galhardo
Camilla Eriksson
Kibe Loco
Maitena
N?quel Nausea
Radicci
Sarajane Fotonovelas
Sherman's Lagoon
The Far Side


[ fratelli d'Italia ]

Blob of the Blogs
Diario di Periferia
Grazie, Silvio
Il Tao del Blog
Momoblog
Se me lo Dicevi Prima
Silvio Berlusconi
Uiall?ll?
Voglia di Terra
Zoomata


[ links ]

Aria Database
Bayerische Staatsoper
Dawn
Fodor's
Footprint
Frommer's
Geoeconomy
Lonely Planet
Panrotas
Plastic.com
Reporters Without Borders
Robert Fisk
Rough Guides
World Newspapers
World Press Review
The Opera Critic
Trek Lens
Tripmates
World is Round



 



[ once upon a time ]

- 01/07/2008 a 31/07/2008
- 01/06/2008 a 30/06/2008
- 01/05/2008 a 31/05/2008
- 01/04/2008 a 30/04/2008
- 01/03/2008 a 31/03/2008
- 01/02/2008 a 29/02/2008
- 01/01/2008 a 31/01/2008
- 01/12/2007 a 31/12/2007
- 01/11/2007 a 30/11/2007
- 01/10/2007 a 31/10/2007
- 01/09/2007 a 30/09/2007
- 01/08/2007 a 31/08/2007
- 01/07/2007 a 31/07/2007
- 01/06/2007 a 30/06/2007
- 01/05/2007 a 31/05/2007
- 01/04/2007 a 30/04/2007
- 01/03/2007 a 31/03/2007
- 01/02/2007 a 28/02/2007
- 01/01/2007 a 31/01/2007
- 01/12/2006 a 31/12/2006
- 01/11/2006 a 30/11/2006
- 01/10/2006 a 31/10/2006
- 01/09/2006 a 30/09/2006
- 01/08/2006 a 31/08/2006
- 01/07/2006 a 31/07/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/05/2006 a 31/05/2006
- 01/04/2006 a 30/04/2006
- 01/03/2006 a 31/03/2006
- 01/02/2006 a 28/02/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/12/2005 a 31/12/2005
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/07/2005 a 31/07/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 31/03/2005
- 01/02/2005 a 28/02/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004
- 01/11/2004 a 30/11/2004
- 01/10/2004 a 31/10/2004
- 01/09/2004 a 30/09/2004
- 01/08/2004 a 31/08/2004
- 01/07/2004 a 31/07/2004
- 01/06/2004 a 30/06/2004
- 01/05/2004 a 31/05/2004
- 01/04/2004 a 30/04/2004
- 01/03/2004 a 31/03/2004
- 01/02/2004 a 29/02/2004
- 01/01/2004 a 31/01/2004
- 01/12/2003 a 31/12/2003
- 01/11/2003 a 30/11/2003
- 01/10/2003 a 31/10/2003
- 01/09/2003 a 30/09/2003
- 01/08/2003 a 31/08/2003
- 01/07/2003 a 31/07/2003
- 01/06/2003 a 30/06/2003
- 01/05/2003 a 31/05/2003